| Futebol

Em meio às mudanças, Muricy busca formação ideal para o Flamengo

flameng - Em meio às mudanças, Muricy busca formação ideal para o Flamengo

Muricy Ramalho não usa prancheta. Se a utilizasse, esta ainda estaria um pouco desorganizada. Em meio às táticas, formações, características dos jogadores e atletas disponíveis, o treinador rubro-negro ainda busca o melhor desenho para a equipe começar a conquistar bons resultados.

Nesta temporada, o Flamengo ainda não achou “uma cara”. Até o momento, a equipe já atuou no 4-4-2 e no 4-3-3 (com algumas alternâncias), mas, ainda assim, oscila. Neste primeiro semestre, não conquistou o desfecho esperado pela torcida. Foi eliminado no Carioca e Primeira Liga. Também sofreu derrotas contra Confiança e Fortaleza, pela primeira e segunda fase da Copa do Brasil, respectivamente. Muricy, por sua vez, explicou as modificações que a equipe demonstra no decorrer das partidas e lembrou a necessidade de adequar seus comandados à formação tática do adversário.

– Infelizmente, no Brasil, a gente vê o esquema pelo jogador. Se você olhar bem, todos os times jogam no 4-3-3 com a bola. Sem a bola temos o Cuéllar à frente da zaga, mais quatro e mais um. Vemos pelo tipo de jogadores que nós temos. Hoje é normal dois caras que jogam do lado do campo voltarem para recompor. Fica 4-3-3 quando a gente ataca. Defendemos no 4-1-4-1. A característica do nosso time é essa, ainda mais contra um time fechado. A gente tinha de forçar pelo lado de campo. Contra o Confiança, jogamos no 4-3-3 e ganhamos de 3 a 0 – disse o treinador após a derrota por 2 a 1 para o Fortaleza.

Diante dessa sopa de números e possibilidades de formação postas à mesa, ele luta contra o tempo para que possa, o mais rapidamente possível, colocar em campo o time ideal e implementar o estilo de jogo que considera vencedor.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/meio-mudancas-muricy-busca-formacao-ideal-para.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

3 Comentários

André MacêdoHá 7 meses

Penso que o Flamengo tem que ir de 4-4-2 no momento defensivo ao invés do 4-1-4-1. Deixa o Cuellar no meio mesmo junto com os laterais (laterais que tem que voltar para recompor (Jorge não está voltando bem, só sai e deixa buraco), além de um outro meia que pode ser num jogo mais fácil alguém mais leve e de toque, tipo o Allain patrick, ou num jogo mais difícil alguém mais marcador e que saia menos, com um dos atacantes voltando para ajudar e o outro fixo entre os zagueiros esperando uma sobra (para mim esse seria o Guerrero que é mais veloz). No momento de ataque, poderia subir o time com um dos meias, de repente o próprio Cuellar que tem bom passe ajudando o ataque (jogo aonde enfrentássemos times mais fortes) ou se estivesse em campo o Alain Patrick, esse subia e o Cuellar ficava na meiuca. Assim atacava 4-3-3, como o Muricy quer e é uma boa, mas defendia 4-4-2 ao invés do 4-1-4-1, que acho um pecado pois parece mais dfícil para o time compactar na defesa.

André MacêdoHá 7 meses

Penso que o Flamengo tem que ir de 4-4-2 no momento defensivo ao invés do 4-1-4-1. Deixa o Cuellar no meio mesmo junto com os laterais (laterais que tem que voltar para recompor (Jorge não está voltando bem, só sai e deixa buraco), além de um outro meia que pode ser num jogo mais fácil alguém mais leve e de toque, tipo o Allain patrick, ou num jogo mais difícil alguém mais marcador e que saia menos, com um dos atacantes voltando para ajudar e o outro fixo entre os zagueiros esperando uma sobra (para mim esse seria o Guerrero que é mais veloz). No momento de ataque, poderia subir o time com um dos meias, de repente o próprio Cuellar que tem bom passe ajudando o ataque (jogo aonde enfrentássemos times mais fortes) ou se estivesse em campo o Alain Patrick, esse subia e o Cuellar ficava na meiuca. Assim atacava 4-3-3, como o Muricy quer e é uma boa, mas defendia 4-4-2 ao invés do 4-1-4-1, que acho um pecado pois parece mais dfícil para o time compactar na defesa.

Tadeu RodriguesHá 7 meses

FORA MURICY ENQUANTO HÁ TEMPO. SRN

Carregar mais