O primeiro susto para o Flamengo aconteceu logo aos quatro minutos. Cuéllar cometeu falta no bico da grande área do lado esquerdo da defesa rubro-negra. Na cobrança, Chará rolou para Matías Mier, que chutou forte e obrigou o goleiro César a fazer uma grande defesa. O Junior Barranquilla continuou a rondar a área do Fla, mas com pouca efetividade. A chance mais perigosa de gol foi do time carioca, quando Lucas Paquetá recebeu pela esquerda e cruzou para Felipe Vizeu dar um toquinho para o gol, defendido por Viera.

Na segunda etapa, o Junior voltou ainda mais ligado na partida, mas foi o Flamengo quem abriu o placar. Ainda no campo de defesa, Felipe Vizeu recebeu de Trauco, driblou um adversário e avançou sozinho para balançar as redes, aos seis minutos. Aos 42, o time de Barranquilla teve a chance do empate com Chará em cobrança de pênalti. O goleiro César, porém, coroou sua atuação ao defender a penalidade.

O Flamengo ainda ampliou a vantagem aos 46 do segundo tempo, quando Rodinei cruzou da direita e Vizeu fez o segundo dele no jogo e o segundo do Rubro-Negro, o gol que selou a classificação do time carioca.

​​