| Futebol

Em noite de Réver e Diego, Flamengo goleia o Bahia

Zagueiro e meia marcaram os gols dos 4 a 1 na Ilha do Urubu

flameng - Em noite de Réver e Diego, Flamengo goleia o Bahia

Menos de sete mil torcedores pagaram para ver, na Ilha do Urubu, um Flamengo pouco inspirado até os 30 minutos do segundo tempo, mas que encontrou uma maneira de golear. Grande parte da vitória de 4 a 1 sobre o Bahia pode ser creditada a Réver, que fez dois gols, um deles quando o empate assustava os rubro-negros, que chegaram a vaiar. À frente do placar, Diego desencantou e também marcou duas vezes. No fim, a torcida terminou gritando “olé”.

- O Réver foi um gigante, não só na defesa, mas sendo decisivo na frente - elogiou Diego.

- Fui feliz, méritos também do batedor (Everton, no segundo gol). Tive felicidade de fazer dois belos gols e ajudar o Flamengo - comemorou Réver.

Rueda entrou em campo com Berrío no lugar de Éverton Ribeiro e o colombiano, de fato, foi um dos mais agitados no primeiro tempo. Pela direita, ele buscou a linha de fundo e, aos 10, fez um cruzamento perigoso. A bola atravessou a área com força, mas Guerrero não alcançou.

Apesar de ter mais posse de bola, no entanto, o Flamengo seguia com Berrío como única arma e não demorou para o Paulo César Carpeggiani reforças a marcação no setor. Se não bastasse isso, os visitantes saíam a velocidade e se aproveitavam de uma defesa lenta. Assim, chegaram duas vezes com muito perigo ao go de Díego Alves. A primeira delas foi aso 22 minutos, quando Zé Rafael puxou contra-ataque, não tocou para Vinícius, que estava livre, e disparou para boa defesa do goleiro rubro-negro.

Aos 28, Diego deu um chute perigoso de longe e exigiu boa defesa de Jean. No minuto seguinte, um novo contra-ataque do Bahia. Mendoza arrancou em velocidade e passou para Vinícius, que chutou em cima de Diego Alves. Ainda no primeiro tempo, Guerrero levou cartão amarelo e, suspenso, o jogo de domingo, contra o São Paulo, no Pacaembu.

Na volta ao segundo tempo, Rueda trocou Berrío por Éverton Ribeiro, que demorou apenas quatro minutos para levar cartão amarelo. No minuto seguinte, Diego chutou fora e ganhou uma escanteio após Jean defender parcialmente. Na cobrança rápida, Éverton lançou na área, Guerrero ganhou dividida na cabeça e a bola sobrou para Réver marcar.

Com 1 a 0 no placar e Guerrero com frequência levando a mão à coxa direita, Rueda optou por sacar o peruano aos 19m. Lucas Paquetá já estava em campo, quando, em um cochilo da defesa, Juan derrubou Hernande, ex-jogador do Flamengo, na área. Na cobrança, Mendoza deslocou Diego Alves e empatou.

Quando o rubro-negro parecia iniciar uma zona de desespero do jogo, Réver voltou a aparecer. Éverton conseguiu um escanteio e cobrou na área, onde o zagueiro subiu muito alto, com uma impulsão impressionante, e marcou seu segundo gol. Aos 37, em contra-ataque, Lucas Fonseca tocou com a mão na bola na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Diego fez o terceiro. Aos 41, o meia recebeu de Éverton e marcou o último da goleada, seu oitavo na Série A.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/em-noite-de-rever-diego-flamengo-goleia-bahia-21970221

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.