• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Em nota, Flamengo explica ausência em reunião da CBF sobre debate da volta do público

Em nova reunião com clubes da Série A, a CBF resolveu adiar por 15 dias o debate sobre a volta do público aos estádios, decisão que veta temporariamente o retorno da torcida aos estádios do Rio de Janeiro. O assunto ficou pendente na última reunião, que terminou com discussão entre o presidente da confederação, Rogério Caboclo, e da FERJ, Rubens Lopes. O Flamengo era o único clube sem representante no encontro deste sábado (26). Em nota, o Mais Querido disse ter sido convidado, mas que declinou do convite.

No comunicado, o Fla explica que a CNC (Comissão Nacional de Clubes) é um “Órgão estatutário acessório da CBF, formado por 9 (nove) clubes das séries A, B, C e D” e que não faz parte dela. Se resolvesse participar, seria como convidado e não como membro. O clube justifica também que a pauta (volta do públicos aos estádio) não compete aos clubes e nem a CBF, mas sim ao poder público.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA:

O Clube de Regatas do Flamengo foi convocado pela CBF para uma reunião da Comissão Nacional de Clubes, no dia 26 de setembro de 2020, visando tratar do assunto “retomada do público nos estádios”.

A Comissão Nacional de Clubes é um Órgão estatutário acessório da CBF, formado por 9 (nove) clubes das séries A, B, C e D, que se reúnem para apresentar sugestões de melhorias e de modernização do Futebol à CBF, a quem cabe, ao seu talante, aceitá-las, ou não, conforme se verifica no seu estatuto.

O Flamengo não é um dos 9 (nove) membros da CNC, mas foi chamado para a reunião como mero convidado.

O Flamengo vem declinar do convite, eis que entende que o tema em pauta é estranho à competência dos clubes e da CBF, não havendo nada a sugerir, nem decidir, em matéria cuja atribuição é privativa das autoridades públicas locais, conforme, inclusive, já decidiu o Supremo Tribunal Federal“.

Publicado em colunadofla.com.