| Futebol

Em nota, Flamengo repudia agressão sofrida por André Santos no Beira-Rio

Diretoria fala em ato criminoso e agressão covarde após cerco dos torcedores no Sul

André Santos, desembarque Florianópolis (Foto: Daniele Walzburiech)André Santos chega a Florianópolis na noite de domingo (Foto: Daniele Walzburiech)

O Flamengo repudiou a agressão sofrida por André Santos quando deixava o estádio Beira-Rio, após a goleada por 4 a 0 para o Internacional na tarde do último domingo. Através de nota oficial publicada no site do clube, a diretoria considerou a atitude criminosa e covarde, além de prejudicial ao próprio Rubro-Negro.

O lateral-esquerdo deixou o estádio antes dos demais companheiros em direção a Florianópolis e foi cercado e agredido por torcedores quando entrava em uma van que o levaria ao aeroporto. O jogador chegou à capital catarinense na noite própria noite de domingo para passar a folga de segunda-feira em casa.

Com a goleada, o Flamengo segue na lanterna do Campeonato Brasileiro ao fim da 11ª rodada e tem seu pior início na competição na era dos pontos corridos, que começou em 2003.

Confira a íntegra da nota:

"O Clube de Regatas do Flamengo repudia a agressão ao seu jogador André Santos, após a partida deste domingo, contra o Internacional, em Porto Alegre.

André Santos, assim como os outros jogadores, foi liberado pela diretoria para se encontrar com sua família em Florianópolis após o jogo, já que a reapresentação do elenco só ocorrerá nesta terça-feira, às 9h. Enquanto se encaminhava  para a van que o levaria ao aeroporto, foi cercado por algumas pessoas e agredido covardemente.

Este tipo de atitude, além de criminosa, só vem a prejudicar o Flamengo."

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.