Flamengo  RJ
menu
search
Em rede social, Marcos Braz ironiza derrubada de liminar que permitia público em jogos do Flamengo
16 de setembro de 2021 às 23:16h
Em rede social, Marcos Braz ironiza derrubada de liminar que permitia público em jogos do Flamengo

Na madrugada desta quinta (16), logo após o Flamengo vencer o Grêmio por 2 a 0 no Maracanã, com retorno do público ao estádio, o vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Felipe Bevilacqua, concedeu efeito suspensivo a liminar que permitia ao Rubro-Negro receber torcedores em seus jogos, após pedido de 17 clubes da Série A e CBF. Através de sua conta no Twitter, o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, ironizou a nova decisão.

Liminar do Flamengo que permitia público é derrubada —, escreveu o dirigente seguido de um GIF com a legenda: “E lá vamos nós“.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO:

Com essa decisão, o processo será julgado no Pleno do STJD na próxima quinta-feira, dia 23. O Flamengo só pode agora receber público nos jogos organizados pela Conmebol, que já deu liberação aos clubes desde que respeitadas as recomendações sanitárias de cada país e cidade em que irá ocorrer a partida. Uma nova reunião do Conselho Técnica da Série A também está marcada para o dia 28.

Caso a liminar fosse mantida, 17 clubes ameaçavam não jogar a rodada do final de semana do Campeonato Brasileiro. Além do Flamengo, Atlético-MG e Cuiabá eram exceção. Inclusive, a equipe mineira tem uma decisão parecida com a do clube carioca, o que lhe permite ter seus torcedores nos jogos. O presidente Sérgio Coelho chegou a comemorar o revés do Mais Querido no tribunal, mas disse que irá defender a volta do público na reunião da CBF.

O posicionamento do Galo é que precisamos voltar a ter jogos com público urgentemente. Não podemos continuar jogando sem torcedores presentes. Não se justifica. É preciso que volte rápido, porque o futebol é feito para torcedores que gostam de estar no estádio. Além disso, os clubes precisam faturar. Então nosso posicionamento neste momento é lutar para voltar rápido público nos estádios, vamos defender essa tese na reunião do dia 28, e acreditamos que vamos conseguir convencer os demais presidentes dos outros clubes a nos acompanhar.

Publicado em colunadofla.com