| Futebol

Em seu melhor momento, Fla faz jogo do ano, mas ignora clima de 'decisão'

Departamento de futebol, jogadores e comissão entendem que partida não vai definir o campeão Brasileiro desta temporada. Time terá desafio de jogar sem torcida

flameng - Em seu melhor momento, Fla faz jogo do ano, mas ignora clima de 'decisão'

O duelo entre Palmeiras x Flamengo, nesta quarta-feira, pode ser encarado por alguns torcedores como uma final no Brasileiro de pontos corridos. Porém, o discurso no Rubro-Negro passa longe disso. Desde os dirigentes, passando pela comissão técnica de Zé Ricardo até os jogadores a compreensão é de que este confronto é realmente muito importante, mas não decisivo para o rumo da competição nacional.

Sob o comando de Zé Ricardo - à frente de sua primeira experiência no futebol profissional -, o Flamengo vive seu melhor momento no ano. O treinador conviveu com a desconfiança de uma pequena parte da torcida no início do trabalho neste Brasileiro, quando ainda não estava efetivado, mas provou que tem conhecimento de sobra. Ele é visto como um grande estrategista dentro do clube e descrito como extremamente profissional por aqueles que trabalham ao seu lado no dia a dia. 

Em tom sereno e pragmático, o comandante rubro-negro destaca que o Flamengo deve manter sua forma de jogar neste confronto diante do Palmeiras. O time carioca é o líder das últimas dez rodadas do Brasileiro e chega forte para a disputa em São Paulo.

- É um jogo muito importante, mas não vai decidir a competição. Isso todos disseram, tanto lá quanto aqui. Vamos encarar como jogo que pode sim dar confiança muito maior, mas o importante é manter nossa performance, do que preparamos, do que estamos construindo de estrutura de jogo - garantiu.

Mesmo que não seja uma final, o trabalho da gestão do futebol também passa por um grande teste na noite desta quarta-feira. Ao todo, foram 15 reforços no ano. O mais impactante deles, Diego terá a responsabilidade de comandar o time neste jogo cercado de expectativa. Leandro Damião, atacante que vai substituir Guerrero, também pode ter papel importante na partida. 

No primeiro semestre, o Flamengo sofreu com três eliminações precoces na Primeira Liga, Carioca e Copa do Brasil. Agora, o time vem bem no Brasileiro e conseguiu uma importante virada na Sul-Americana.

A gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello vem recebendo inúmeros elogios no campo das finanças e espera colher os frutos da política de austeridade neste segundo mandato. Chegou a hora?

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/seu-melhor-momento-faz-jogo-ano-mas-ignora-clima-decisao.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.