Em temporada brilhante, Marquinhos frisa: "As expectativas são as melhores possíveis"

Em temporada brilhante, Marquinhos frisa: "As expectativas são as melhores possíveis"
MVP. Sem sombra de dúvidas, Marquinhos foi o melhor jogador da temporada regular do NBB. O camisa 11, eleito por duas vezes o craque da competição, caminha a passos largos para seu terceiro troféu. Tetracampeão do Novo Basquete Brasil, o ala rubro-negro chega para os playoffs em uma de suas melhores formas, tanto física quanto técnica. Os números não deixam mentir, Marquinhos fechou a primeira fase da competição com 18.6 pontos, 3.8 rebotes e 3.2 assistências por jogo, o que resultou em uma eficiência de 18.2. 

Com a maior média de pontos do torneio, o craque foi o cestinha em 11 partidas na temporada regular. Contra o Paulistano, na Arena Carioca 1, Marquinhos bateu o recorde de pontuação em uma só partida do NBB 10, marcando incríveis 37 pontos. O ano de 2018 marcou um recorde pessoal para o jogador. Diante do Bauru, o ala completou 200 jogos vestindo a camisa rubro-negra no NBB. Coroando a partida, 23 pontos e vitória do FlaBasquete.

Se tratando de playoffs, os números do ala são ainda maiores. Na última temporada, incríveis 19.4 pontos por jogo. Ciente do papel de protagonista na equipe, o jogador falou sobre o que espera de mais uma reta final de NBB vestindo o Manto Sagrado.

"As expectativas são as melhores possíveis. Fizemos uma boa primeira fase, agora vamos para a parte que decide a competição. Estamos aproveitando bem essa pausa para tentarmos consertar algumas coisas antes de começar o mata-mata. Estou ansioso para jogar e ir avançando cada fase", disse o ala. 

O Flamengo estreia nos playoffs no próximo domingo (15), às 14h, contra o Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte. 

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – thinkseg, Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.