• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Empresário de Hugo Souza admite conversas por renovação de contrato com o Flamengo

Promessa das categorias de base do Flamengo, Hugo Souza recebeu a oportunidade de atuar no profissional em um momento conturbado. De quarta opção a goleiro titular, o jovem de 21 anos assumiu a vaga após Diego Alves, César e Gabriel Batista testarem positivo para Covid-19. O jogador não desperdiçou a chance e provou o por que era considerado um dos melhores atletas em formação no Rubro-Negro. Queridinho da torcida, Neneca aguarda uma valorização no contrato.

Hugo tem contrato com o Flamengo até 30 de setembro de 2023 e possui uma multa milionária, cerca de 40 milhões de euros para o exterior (R$ 270 milhões na cotação atual). Devido à estabilidade no vínculo, o Rubro-Negro aguarda sem pressa para valorizar o goleiro de 21 anos. O departamento de futebol aponta como natural um aumento após as boas atuações no profissional. André Bahia, empresário do atleta, demonstrou tranquilidade para essa conversa e garantiu que a resolução será ‘da melhor forma para todos’.

– Estamos muito felizes pelo momento que o Hugo está vivendo. É fruto de muito trabalho e dedicação dele ao longo dos anos, e agora que teve essa chance conseguiu agarrar firme (…) Até agora, tivemos apenas alguns contatos sobre a renovação de contrato do atleta, mas tudo muito inicial, sem falar de valores. Temos uma ótima relação com a diretoria do Flamengo e sabemos do carinho deles pelo Hugo, então estamos conduzindo de forma tranquila e sabendo que em breve tudo estará resolvido da melhor forma para todos os lados – em entrevista ao Globo Esporte

O impasse até o momento é o imbróglio envolvendo Diego Alves. O Flamengo aguarda a resolução da situação com o camisa 1, para então, abrir as negociações com Hugo Souza. O processo de renovação de Neneca será semelhante ao que aconteceu recentemente com outros jovens. Após a estreia na equipe principal, Natan e Ramon tiveram valorização no contrato. O zagueiro estendeu o vínculo até o fim de 2024 e possui uma multa rescisória de 70 milhões de euros (cerca de R$ 464 milhões), enquanto o lateral renovou até 2025 com multa de 50 milhões de euros (cerca de R$ 331 milhões).

Publicado em colunadofla.com.