| Futebol

Entre lesões e suspensões, Luxa faz mistério por escalação contra Grêmio

Técnico comanda treino fechado por uma hora e meia e não revela time que joga no sábado. Léo, Wallace, Cáceres, Everton, Luiz Antonio e Paulinho desfalcam a equipe

Luxemburgo treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Luxemburgo fechou o treino do Fla por uma hora e meia nesta sexta (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Léo, Luiz Antonio e Paulinho no departamento médico; Wallace e Everton suspensos; Cáceres convocado no Paraguai. Seis jogadores do atual elenco do Flamengo estão fora do jogo com o Grêmio, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã, pela última rodada do turno do Campeonato Brasileiro. Além disso, com a maratona de jogos, a condição física de todo o elenco vem sendo avaliada diariamente para determinar a possibilidade de utilização de cada um. Em meio a esses problemas, Vanderlei Luxemburgo adotou o mistério e comandou um treino fechado nesta sexta-feira, durante uma hora e meia no Ninho do Urubu. A preocupação é justamente preservar alguma possível surpresa em sua escalação para a próxima partida, que pode deixar o Rubro-Negro com a mesma pontuação do adversário, postulante ao G-4.

- Nós estamos preparados. Sempre me cobram do Eduardo da Silva, que ele tem que jogar. Mas ainda não está preparado. Vamos ver amanhã (sábado) o que vou fazer. De repente, vai para o jogo. O Paulinho não estava 100%, vinha de lesões e estava mais exposto. Não falarei o que vou fazer. Mas o trabalho é fundamental. Agora, é o pijama-training, prevenção e recuperaão para quantificar o treinamento - afirmou Vanderlei.

Nós estamos preparados. Sempre me cobram do Eduardo da Silva, que ele tem que jogar. Mas ainda não está preparado. Vamos ver amanhã (sábado) o que vou fazer. De repente, vai para o jogo. O Paulinho não estava 100%, vinha de lesões e estava mais exposto"
Luxemburgo, técnico do Flamengo

O treinador optou pela concentração dos jogadores dois dias antes do confronto com o Grêmio. Desde a noite de quinta-feira, eles estão hospedados em um hotel da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, para que a comissão técnica possa controlar melhor a alimentação e o período de descanso.

- Não é para tirar da rua, não. Essa é uma prevenção que temos. Em casa, tem o filho, o vizinho, aí vai no supermercado... Isso é para recuperar melhor e não ter desvantagem física.

Mesmo com sete vitórias em nove jogos no comando do time, a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil e o crescimento no Brasileiro, Luxa mantém a atitude de falar em sair da "confusão". Para ele, é preciso ter tranquilidade nesse momento.

- Não pode parar em cima disso. Se leva duas ou três pancadas, volta tudo. Ninguém imaginava que a gente pudesse chegar onde estamos agora. Mas não terminou. Só vai acabar quando sairmos dessa zona da confusão - comentou.

Com 25 pontos, o Flamengo está na nona colocação. O Grêmio é o sexto, com 28.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.