| Futebol

Entrevista: Réver diz que já cansou de falar sobre lesões e mostra credenciais no Flamengo

flameng - Entrevista: Réver diz que já cansou de falar sobre lesões e mostra credenciais no Flamengo

Eleito duas vezes o melhor zagueiro do Campeonato Brasileiro, Réver chegou ao Flamengo sob certa desconfiança de quem o associava a lesões. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o defensor admite cansado de falar sobre assunto e coloca um ponto final no tema, mirando boas atuações pelo Rubro-Negro.

– Já deu tudo o que tinha de dar. O Réver teve uma lesão, sim, quando foi feita uma cirurgia no tornozelo (esquerdo). Com isso, fiquei praticamente seis meses parado (no Atlético-MG). Foi a lesão mais séria que tive. Passado isso, foi opção do treinador. Muito se contestava, antes da minha contratação aqui no Flamengo, o fato de não estar jogando. O clube apostou na minha contratação. Espero dar o retorno nos jogos – afirma.

Antes de ser contratado pelo Rubro-Negro, Réver não atuava há dois meses. Ele não conseguiu se firmar no Inter e demonstrar o mesmo futebol que o consagrou no Grêmio e no Atlético-MG.

Nos cinco jogos em que Réver atuou com a camisa rubro-negra, o Flamengo ficou sem sofrer gols em três deles, nas vitórias sobre Cruzeiro, Santa Cruz e Internacional. Logo na estreia, o camisa 15 subiu no segundo andar e fez o gol da vitória rubro-negra sobre a Raposa, o primeiro dele pelo clube.

Mesmo com estes bons números iniciais, o discurso do jogador é 'político', em tom de humildade.

– Eu estou buscando a melhor forma para conseguir o reconhecimento. Mas não vou conseguir isso sozinho. O Réver, sozinho, não está conseguindo diminuir os gols. Tudo é um processo que a equipe está jogando. Cobramos muito dos atacantes para o poder de marcação começar lá na frente, para a bola chegar mascada na defesa – explica o zagueiro rubro-negro.

Diferença de jogar por uma nação à parte

Com cerca de 40 milhões de torcedores, o Flamengo tem o que costumam chamar de 'Nação'. Questionado sobre esta experiência de defender um 'país' à parte no Brasil, o zagueiro Réver admitiu certa diferença com o peso da camisa.

– É sempre diferente vestir o manto, por tudo o que ele representa no cenário do futebol mundial. É uma honra vestir uma camisa dessa. Nós sabemos que em um time de nação temos que estar vencendo o tempo todo – garante o defensor rubro-negro, empolgado.

BATE-BOLA COM O XERIFE

L!:
Quais são as primeiras impressões no Flamengo?

Réver: As primeiras impressões são ótimas, nos últimos jogos a gente tem atuado bem, o time todo, isso acaba facilitando sua adaptação, o reconhecimento. Sabemos que um time de nação temos que estar vencendo o tempo todo. Por ser muito competitivo e não gostar de perder, esses últimos jogos têm surtido efeito. Espero que possamos crescer ainda mais com essas vitórias, que eu possa dar o meu melhor. A diretoria foi me buscar e contratar. Espero corresponder à altura esta contratação.

L!: Já está cansado de falar de lesões?

Réver: Muito. Bastante. Espero retribuir a cada jogo, mais e mais, para que principalmente acabe este negócio de que o 'Réver está machucado' porque isso não procede.

L!: Acredita que ainda precisa provar algo a alguém?

Réver: Você precisa provar todo dia, mesmo que tenha uma carreira vitoriosa. Quando você é atleta, funcionário de um clube, você tem que estar provando dia após dia. Aqui não será diferente. Sei e os diretores sabem da minha capacidade. Nada melhor do que fazer o que mais gosto, que é jogar futebol e ter o retorno pela minha contratação. Nada melhor do que fazer bons jogos e conquistando vitórias, quem sabe títulos no Flamengo. 

L!: Gostaria de deixar um recado para a torcida do Flamengo?

Réver: Acredito que no momento, o que posso oferecer é que não vai faltar entrega e vontade. Vou dar o meu melhor para que eles possam sair dos estádios com o resultado positivo. 

L!: Sonha em voltar à Seleção Brasileira?

Réver: Sonho todo mundo tem. Mas o maior desejo agora é voltar a jogar em alto nível, como eu mantive há algum tempo. O Flamengo vem apostando nisso. O primeiro pensamento é estar correspondendo aqui. Fazendo isso, as coisas vão voltar a acontecer naturalmente. Se acontecer, ficarei muito feliz, porém muito agradecido ao Flamengo por esta oportunidade que está me dando.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/entrevista-rever-diz-que-cansou-falar-sobre-lesoes-mostra-credenciais.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.