Equipe de remo segue processo de reestruturação da base

Equipe de remo segue processo de reestruturação da base
Dando prosseguimento ao processo de reestruturação das categorias de base do remo rubro-negro, Franquilim Oliveira, treinador, e Maurício de Abreu, auxiliar-técnico, falaram com exclusividade para o Site Oficial sobre o procedimento realizado para a chegada de novos talentos, visando o fortalecimento do esporte fundador do Mais Querido.

Maurício de Abreu explicou como funciona o processo de seleção dos atletas. 
 
"O Flamengo estava com uma lacuna muito grande na base, principalmente na formação de novos atletas. Começamos a ir nos colégios buscar possíveis novos talentos, meninos e meninas que pudessem se tornar atletas do Flamengo", explicou o auxiliar. 

Coordenando e treinando os remadores, Frank avaliou a equipe e falou sobre a expectativa para o projeto. 

"Hoje em dia temos um grupo muito bom, já dando resultado nas categorias de base, e a tendência com esse projeto é, no futuro, qualificar nossos atletas em um nível internacional", disse o técnico. 

Você pode conferir o vídeo completo abaixo, pelas lentes da #FlaTV 



As equipes de remo do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.