| Futebol

Eufóricos, torcedores invadem campo e encerram treino do Fla em Manaus

Mais de quatro mil rubro-negros estiveram na última atividade antes do duelo com o Botafogo, sábado, na Arena Amazônia. Clube volta à cidade depois de oito anos

Treino flamengo manaus (Foto: Cahê Mota)Torcedora foi a primeira a invadir o campo para abraçar o goleiro Paulo Victor (Foto: Cahê Mota)

Euforia total em Manaus. Depois de mais de oito anos, o Flamengo está de volta ao Amazonas, e mais de quatro mil torcedores estiveram no estádio Jornalista Carlos Zamith, nesta sexta-feira, para acompanhar o último treinamento da equipe de Vanderlei Luxemburgo antes do clássico com o Botafogo, sábado, na Arena Amazônia. E observar o ídolos da arquibancada não foi suficiente para os rubro-negros. Uma invasão generalizada do gramado acabou com a atividade antes do tempo previsto.

Com apenas quatro titulares relacionados para o clássico (Paulo Victor, Samir, Gabriel e Eduardo da Silva), Vanderlei Luxemburgo liberou o elenco para o tradicional recreativo de véspera de jogos. Enquanto os jogadores se divertiam em campo, a torcida ia a loucura com dribles e jogadas de efeito. A todo instante, os festejos pelos lances executados em campo dividiam espaço com pedidos de acenos ou até mesmo parte do uniforme como recordação. Até que uma jovem foi ovacionada ao pular o alambrado e abraçar o goleiro Paulo Victor.

Seguranças particulares do Flamengo e policiais militares mantiveram a ordem para que o trabalho continuasse, mas apenas por mais alguns minutos. A bola ainda estava rolando quando começaram a entrar torcedores no gramado de todos os lados do estádio, encerrando precocemente a atividade. PV, Eduardo da Silva e Gabriel foram os mais assediados, até que um cordão de isolamento foi organizado para que o elenco pudesse entrar no vestiário. No caminho, Anderson Pico e Amaral jogaram lembranças para quem estava na arquibancada.

Treino flamengo manaus (Foto: Cahê Mota)Artilheiro do Fla no Brasileiro, Eduardo da Silva foi um dos mais assediados pelos torcedores (Foto: Cahê Mota)

O contato no treinamento foi o primeiro do povo manauara com os rubro-negros, uma vez que a delegação saiu do aeroporto direto pela pista para evitar tumulto no setor de desembarque. Vanderlei Luxemburgo comentou a invasão nesta sexta-feira e a tratou como natural, apesar da preocupação com a segurança.

- Achei ruim no aeroporto, porque tivemos que sair pela tangente. Era muita gente, ficava complicado de sair (pelo saguão) até para evitar qualquer tipo de problema. Não nos escondemos, é preocupação com a segurança mesmo. Não fechamos o treinamento porque fazia muito tempo que o Flamengo não vinha aqui. Se fechássemos, o pessoal ia ficar revoltado. Estava vendo o treinamento e observei muita criança, muita gente. A invasão era questão de tempo. Minha preocupação era controlar isso. Graças a Deus, foi legal, foi uma festa. O pessoal pôde nos ver mais de perto do que estão acostumados. 

Treino flamengo manaus (Foto: Cahê Mota)Luiz Antonio distribui autógrafos ainda no gramado do estádio Jornalista Carlos Zamith (Foto: Cahê Mota)

O Flamengo não joga em Manaus desde o dia 25 de junho de 2006, quando venceu o Fast Club por 3 a 2, no antigo estádio Vivaldão, em viagem durante a Copa do Mundo da Alemanha, que serviu de preparação para decisão da Copa do Brasil, diante do Vasco. Neste domingo, o rival será o Botafogo, às 21h (de Brasília), na Arena Amazônia, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Sem boa parte dos titulares, Luxa deve mandar para campo um time com Paulo Victor, Léo, Marcelo, Samir e Anderson Pico; Amaral, Muralha e Luiz Antonio; Gabriel, Eduardo da Silva e Nixon.

Treino flamengo manaus (Foto: Cahê Mota)Flamenguistas compareceram em peso ao treino, e policiamento esteve presente para evitar tumulto (Foto: Cahê Mota)


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.