| Futebol

Everton critica "jogo amarrado" do Santos e questiona arbitragem

Depois da derrota por 1 a 0, jogador do Flamengo afirma: "A arbitragem foi desastrosa. Deixou o Santos fazer cera desde o primeiro tempo"

 

Não teve nenhuma grande polêmica, mas, ainda assim, Everton reclamou da arbitragem na derrota do Flamengo por 1 a 0 diante do Santos, na tarde deste sábado, no Maracanã. Para o jogador rubro-negro, o árbitro Marielson Alves Silva não soube coibir a cera da equipe paulista. Vale destacar, porém, que no segundo tempo o juiz deu cinco minutos de acréscimo.

- Queria saber quantos minutos foram jogados. Nunca vi um jogo tão amarrado na minha vida. Demoravam vários minutos para bater uma falta, um lateral. A arbitragem foi desastrosa. Não gosto de falar, mas foi brincadeira isso, deixou o Santos fazer cera desde o primeiro tempo - desabafou Everton, ao fim da partida, ainda no gramado do Maracanã.

Em certos momentos do jogo, Vanderlei Luxemburgo também questionou algumas decisões da arbitragem, com gestos e reclamações à beira das quatro linhas.

- Deve ter perdido no mínimo de 10 a 12 minutos sem jogo de futebol. O time do Santos procurou não jogar futebol. O Geuvânio é excelente, mas se o árbitro fosse rígido daria no mínimo um amarelo. O árbitro foi conivente, picotando o jogo para não dar ritmo e o torcedor não vir junto. Não foi direta, mas ajudou muito - afirmou o treinador.

Já o lateral João Paulo lamentou a falta de pontaria da equipe.

- Lutamos até o fim, botamos eles atrás, mas infelizmente pecamos na finalização - disse o jogador. 

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.