| Futebol

Everton Ribeiro ressalta 'boa dor de cabeça' para jogar com Diego e Conca no Flamengo

Bicampeão nacional pelo Cruzeiro, meia brinca com camisa 7 e faz referência ao hepta

Nas primeiras palavras como jogador do Flamengo, Everton Ribeiro não fugiu da responsabilidade. Ao vestir a camisa sete, o reforço de quase R$ 20 milhões concordou que a obrigação de títulos existe pela força do elenco e a estrutura do clube, e ainda brincou com o número em referência ao possível heptacampeonato. Agora serão apenas dois dias de folga e o começo dos treinos na sexta-feir para virar opção de Zé Ricardo o quanto antes no Brasileiro. A estreia está prevista contra a Chapecoense dia 22 de junho.

LEIA TAMBÉM: Com Everton Ribeiro e Rhodolfo, Flamengo aumenta 'dor de cabeça' para Zé Ricardo

- Obrigação é o Flamengo sempre brigar por títulos, com os jogadores que tem e a estrutura sempre melhorando. Temos chances. Venho acompanhando e torcendo. Temos jogadores experientes e campeões. Cada jogo é importante. Todo jogo é uma final. Cada ponto conta muito. É ir somando pontos, e no final que se decide. Tem que brigar até o final para dar aquela arrancada - ensinou o bricampeão pelo Cruzeiro.

Mais um meia de peso no Flamengo, Everton Ribeiro falou sobre como será jogar ao lado de Diego e Conca, até mesmo disse que o técnico Zé Ricardo terá que pensar muito em como deixar os três em campo.

– É com o professor. Vai ter uma boa dor de cabeça. Só quem tem a ganhar é o Flamengo. Com essa disputa eu vou crescer muito. É bom para todos. O elenco é muito forte. Vim para ajudar e crescer mais. Tenho acompanhado os jogos, a equipe vem bem. Não vejo a hora de dar a minha contribuição – afirmou o meia, que ainda falou sobre atuar com Diego e Guerrero:

– São consagrados, tanto em clube quanto na Seleção. São jogadores de caráter, estão sempre brigando em prol do clube. Eles são de grupo, não têm vaidade. Muito feliz de jogar não só do lado deles, mas como de todo o grupo. Com certeza vou poder ajudar esse grande clube e esse grande grupo que se formou.

O jogador revelou que tinha acordado defender o novo clube há alguns meses, e que acompanhou a eliminação na Libertadores, o que considerou uma página virada. Agora, com a pressão maior por conquistas de peso, o camisa sete admite que quer entrar em campo logo:

- Deu para perceber como a torcida é apaixonada, que vai cobrar, mas vai incentivar. É um suporte grande para a gente sempre correr por eles. Essa pressão é boa. São jogadores que tem qualidade e que não estão aqui por sorte. Juntos vamos trazer títulos - prometeu.

Confira outros trechos da entrevista:

PRIMEIRAS PALAVRAS

Estou feliz de realizar um sonho, que é jogar nesse enorme clube que é o Flamengo. Uma honra vestir esse manto. Agora o que eu mais quero é estar junto com o grupo, entrosar o mais rápido possível e jogar junto dessa torcida. É um sonho de longa data. Todo jogador, mesmo jogando na várzea, sabe a história do Flamengo, a torcida apaixonada que tem. Não pensei duas vezes em jogar aqui. Chego com enorme vontade de ser campeão. Foi um momento de ansiedade antes e isso tudo se tornar realidade.

EM CAMPO

A ideia é começar a treinar o mais rápido possível. Como venho de fim de temporada vamos tomar cuidados, mas estou bem fisicamente. Quero conhecer o trabalho, o CT, fiquei sabendo que é um dos melhores do Brasil. Vou tirar dois dias, e sexta-feira estou de volta para sentir esse clima.

SELEÇÃO

É um sonho jogar aqui, e seleção também é um objetivo. O que me fez optar pelo Flamengo foi o próprio clube, a vontade de jogar aqui. Espero ser feliz aqui, conseguir os títulos, é como eu gosto de deixar a minha marca.

CRUZEIRO

No Cruzeiro foram anos espetaculares, dois títulos brasileiros, tenho amigos lá. Agora vou dar meu melhor aqui e construir minha história no Flamengo com vitórias e alegrias.

ASSÉDIO DE OUTROS CLUBES

Teve alguns clubes. Não cabe citar. O mais importante é que o Flamengo me procurou e eu não pensei duas vezes. Já tínhamos um acordo há bastante tempo. Estava ansioso por não poder anunciar. Agora faço parte da Nação.

DIFERENÇA DO MUNDO ÁRABE

Hoje o jogador tem que se adaptar a fazer várias funções. Posso jogar pelo meio ou aberto na ponta, armar o time caindo por dentro. Isso é opção do treinador.

CONHECIA O FLAMENGO

O Rodrigo (Caetano) me apresentou um projeto incrivel, mostrou como o presidente reestruturou o Flamengo. Vai sempre brigar por títulos pela estrutura e pelo elenco. A torcida é um espetáculo á parte. Já joguei contra. Motiva muito. Fica difícil jogar em casa.

RUBRO-NEGROS

Deu para perceber como a torcida é apaixonada, que vai cobrar, mas vai incentivar. É um suporte grande para a gente sempre correr por eles. Essa pressão é boa. São jogadores que tem qualidade e que não estão aqui por sorte. Juntos vamos trazer títulos.

LIBERTADORES

Foi uma eliminação que não estava nos planos. Mesmo com elenco forte acaba acontecendo coisas não esperadas. Mas já foi superado. Aprendemos com os erros. Agora é por em pratica o que vem sendo treinado e o que aprendemos com as derrotas.

COMPANHEIROS

Diego e Guerrero são jogadores consagrados no clube e na seleção. Jogadores de grupo, não tem vaidade. É um prazer. Feliz de estar nesse elenco que tem excelentes profissionais.

SONHO DE CRIANÇA

Mesmo sendo de São Paulo, a grandeza do Flamengo atinge o mundo inteiro. Ver o Maracanã lotado, esse manto sendo campeão. Toda criança quando vê essa camisa, essas cores sonha um dia jogar por esse grande clube. Comigo não é diferente. Lembro do Romário fazendo gols, Bebeto. Grandes craques passaram por aqui. Agora é a minha oportunidade.

POSICIONAMENTO

Jogo pela direita há um bom tempo, no meu último clube também. Vamos ver como o professor quer que eu ajude. Importante é ter muita raça sempre. Estou muito tranquilo e confiante de fazer um belo trabalho. Espero contribuir com meu futebol.

CAMISA SETE

O sete é um referencia bíblica, me traz segurança. Rodrigo me falou que a torcida já fazia ilustração com o hepta.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/everton-ribeiro-ressalta-boa-dor-de-cabeca-para-jogar-com-diego-conca-no-flamengo-21441912

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.