• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Ex-jogador aponta outros dois possíveis substitutos para Dome, mas elogia escolha por Rogério Ceni

Domènec Torrent não fez um bom trabalho e foi demitido após seguidas goleadas sofridas pelo Flamengo. O clube carioca escolheu Rogério Ceni para substituir o catalão. Em entrevista à ESPN, o ex-jogador Sidney Moraes avaliou positivamente a escolha dos dirigentes flamenguistas e detalhou um pouco das características do ex-goleiro e agora treinador.

 

Foi excepcional (a escolha por Ceni). Tem a cara do Flamengo, tem a característica desse treinador. Eu joguei com o Rogério, moramos na mesma concentração na base, depois jogamos juntos no profissional também, enfrentei ele quando era técnico do Boa (Esporte) na Série B contra o o Fortaleza também. É um cara que é perfeccionista, que trabalha muito, que quer vencer, e acho que a escolha foi a melhor possível -, disse, antes de prosseguir:

— Se tiver um pouco de paciência, de tranquilidade, ele vai dar o retorno necessário que o Flamengo precisa. É um cara que tem a característica do Jesus, claro, mais jovem, novo como treinador também, porque nós, jovens treinadores, também erramos bastante no início da carreira porque ainda termos aquela coisa de jogador…isso é natural acontecer, mas acho que o Rogério era o nome para assumir o Flamengo -, ponderou.

Revelado na categoria de base do São Paulo e com passagens pela Europa, onde enfrentou Jorge Jesus como jogador, Sidney Moraes ainda apontou outros dois possíveis nomes que poderiam substituir Domènec: Renato Gaúcho, do Grêmio, e Tite, atualmente na Seleção Brasileira. Porém, o ex-atleta acredita que Rogério Ceni tem maiores semelhanças a Jorge Jesus, técnico que marcou história no Rubro-Negro.

Tinham dois nomes: o Rogério e o Renato Gaúcho, que eram os mais preparados para assumir o Flamengo. Fora isso, só o Tite, que está na Seleção Brasileira, e que seriam os três nomes que poderiam assumir o Flamengo e dar sequência a esse trabalho. Embora, eu acho que o Rogério, dos outros dois nomes, entre o Tite e o Renato, é o cara que mais se aproxima, que tem mais característica, do Jorge Jesus do que o próprio Renato e o Tite -, concluiu.

Rogério Ceni está há 11 dias no Flamengo e ainda não sabe o que vencer. O treinador comandou a equipe em três oportunidades, empatou um jogo e perdeu outros dois. O novo comandante rubro-negro busca o primeiro triunfo e a oportunidade será já às 19h (horário de Brasília) deste sábado (21), no Maracanã, quando o Mais Querido encara o Coritiba, um dos piores visitantes do Campeonato Brasileiro. O confronto é válido pela 22ª rodada da competição nacional.

Publicado em colunadofla.com.