• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • OCTACAMPEÃO BRASILEIRO

Fabiano de Abreu: “Sem argumentos, críticos começam a inventar historinhas sobre o Flamengo”

Comprovei em meu artigo científico recente que estamos vivendo um coletivo de transtornos de personalidades dramáticas. O Flamengo está soberano não só nos gramados, mas também na diretoria, que já foi acusada de arrogante, e na sua torcida, a maior do mundo.

Na era do narcisismo, em que as pessoas pensam ser melhores que as outras de tal maneira que se tornam incoerentes, é importante lembrar que há uma explicação científica para este comportamento. Ele está relacionado a disfunções derivados do sistema límbico, que é a região emocional do cérebro.

A inveja aliada ao vitimismo e a soberba, pensando ser superior, é uma maneira de tentar encontrar argumentos para diminuir o outro. Estes sentimentos se tornam uma atitude comum nesta sociedade atual. O problema é que eles revelam também perturbações que necessitam urgentemente de uma ajuda terapêutica para ser amenizado.

As pessoas estão com esses comportamentos cada vez mais aparentes, e quando nutrem destes sentimentos acabam criando razões para diminuir o outro, como tem sido aparente em pessoas e até mesmo colunistas, querendo “cancelar” o Flamengo. Falo também daqueles que têm uma caneta nas mãos, ou melhor, um computador na frente, para que possa destilar toda sua carga negativa sem ter noção do impacto de suas palavras, muito menos da razão do que diz.

No último domingo, por exemplo, o jornalista Chico Lang sugeriu que o Mais Querido estaria envolvido com o Comando Vermelho, uma das maiores facções criminosas do Rio de Janeiro. Porém, no mesmo dia, ele divulgou um vídeo pedindo desculpas pelas declarações. Liberdade de expressão tem limites!

Vincular o Flamengo a qualquer grupo da sociedade, a qualquer pessoa, é algo perfeitamente normal, afinal, o clube possui a maior torcida do mundo. Então, logicamente pessoas de qualquer segmento da sociedade poderão ser torcedores do clube, isso é inegável. Mas fazer uma acusação como essa a esfera se torna outra, passando do direito de dar uma opinião para a ocorrência de um crime, totalmente cabível de punição. O que isso revela é que as pessoas devem fazer um trabalho de autoconhecimento para refletirem sobre as suas próprias perturbações e não aceitações para tentar de forma inteligente consertar o comportamento e a maneira com que expressa às opiniões.

Sim, é muito comum que as pessoas depositem a energia e a emoção no futebol, para suprirem a carência da sua vida pessoal e isso faz com que percam esse controle quando essa única válvula de escape não atinge sua expectativa. Ou seja, quando seu time não está tendo vitórias ou tem algum outro time muito superior, como é o caso do Flamengo destes últimos anos.

Não estou afirmando que o jornalista em específico passa por situações como essa; porém reforço que temos que pensar de forma positiva como o Flamengo vive um bom momento graças à sua boa gestão, que tem levado o nome do futebol brasileiro em destaque mundial. O reconhecimento dos atletas brasileiros no exterior não era dos melhores, mas agora graças ao Rubro-Negro as outras equipes estão sendo obrigadas a investir melhor nos seus elencos para disputar os grandes títulos e o futebol internacional enxerga o Brasil.

Então, posso dizer que se por um lado o Flamengo tem dado muitas alegrias à sua torcida; por outro, isso tem incentivado os clubes a buscarem uma forma de melhorarem a sua equipe e isso tem levado o esporte brasileiro a uma projeção, mostrando seu grande potencial e revelando novos talentos.

Não apenas esse colunista, mas outros como Casagrande, Neto, entre outros, com muita opinião e pouco argumento podem tentar diminuir o que de fato vemos, acompanhamos e deveríamos enaltecer já que, o Flamengo foi o necessário e no momento certo, para o futebol nacional. Parece uma grande coincidência a seleção brasileira passar a vencer em momentâneo não é? Um salve a nação.

Artigo científico: https://www.ijmcer.com/wp-content/uploads/2021/09/IJMCER_BB0340271279.pdf

Melhores cumprimentos 

Publicado em colunadofla.com.