Depois de idas e vindas nos tribunais, Fagner e Heber Roberto Lopes estão livres para atuar. O julgamento do lateral-direito Fagner aconteceu nesta quarta-feira, em São Paulo (por conta dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro). Denunciado pelo carrinho que deu em Ederson, o jogador do Corinthians acabou sofrendo uma punição por parte do STJD em primeira instância (suspensão por um jogo), mas acabou absolvido no pleno. Assim como o árbitro:

"Agora é assunto encerrado. Fagner foi absolvido por unanimidade. Heber foi absolvido por maioria de votos. Assim, se restabelece o que aconteceu dentro de campo", explicou o advogado corinthiano, João Zanforlim, ao site ​GloboEsporte

O atleta do Timão estava enquadrado no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva ("praticar jogada violenta"), com pena entre um e seis jogos de suspensão. Como foi absolvido, não se enquadrou em nenhuma delas. Já pelos lados do Flamengo, o meia Ederson permanece sem jogar desde o ocorrido, com uma lesão óssea no joelho esquerdo.