| Futebol

Fé no Zé: Técnico do Flamengo participa de metade dos gols em série invicta

flameng - Fé no Zé: Técnico do Flamengo participa de metade dos gols em série invicta

O Flamengo pode alcançar neste domingo, contra o Cruzeiro, às 16h, a melhor série invicta no ano. Para isso, conta com a estrela do técnico Zé Ricardo, que, nos últimos sete jogos sem derrota, teve participação direta em sete dos 14 gols marcados pelo time.

A máxima de que técnico não ganha jogo não vale no caso do comandante rubro-negro. A lista de decisões durante a partida que culminaram com o resultado positivo não se resume a gols apenas.

Saíram do banco de reservas para marcar nestas circunstâncias Emerson Sheik, contra o Palestino, pela Sul-Americana, Alan Patrick, diante do Palmeiras, no Brasileiro, Fernandinho duas vezes — uma em cada competição —, contra Figueirense e Ponte Preta, além de Leandro Damião e Mancuello no jogo com a Chapecoense.

O treinador ainda teve estrela ao manter Gabriel, que estava mal na partida contra a Ponte Preta, e ver o jogador marcar um gol logo que tirou Everton em seu lugar.

O retrospecto recente durante a série invita não leva em conta outras intervenções ao longo do Brasileiro. A marca de Zé Ricardo passou a ser ter o time na mão.

- A gente vai conhecendo melhor os atletas também, transformando o ambiente, facilita saber do potencial de cada um. É muito tempo junto, quatro meses de trabalho. A gente treina algumas situações de jogo, nem sempre dá certo, mas programa a estratégia para acontecer. A gente não coloca o jogador para fazer o gol, coloca para melhorar a performance. Ou contra a mexida do adversário. O fato de A, B ou C ter feito o gol ajuda o nosso momento, mas estou tranquilo porque nem sempre vai dar certo - lembra.

Mas mesmo com críticas durantes os jogos, torcedores propagaram memes na internet endeusando o técnico e se segurando a cada substituição questionável para não cornetar antes da hora.

A principal delas, contra o Palmeiras, foi tirar o craque Diego do time. Alan Patrick entrou e fez o gol no primeiro toque na bola. O roteiro foi parecido com Emerson Sheik no último jogo pela Sul-Americana. O técnico falou sobre as comparações que vem sofrendo em brincadeiras nas redes sociais, onde é chamado de Ze Mourinho e Ze Ricardiola.

- A gente procura não entrar em rede social, mas sabe que é uma brincadeira da torcida. O momento é bom e tem que estar preparado para tudo. A gente ouve e vê porque mandam para a gente. Acho legal a torcida curtir. Mas no início do trabalho optamos por um nome ou outro e não deu certo. É uma coincidência positiva - garante, com humildade.

Por isso, é fé no Zé.

Fonte: http://extra.globo.com/esporte/flamengo/fe-no-ze-tecnico-do-flamengo-participa-de-metade-dos-gols-em-serie-invicta-20164081.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.