| Futebol

FÉRIAS ???

NÃO PARA O TREINADOR !!!

 Todos aqui devem se lembrar das declarações do nosso Galo Sagrado, contando que se aquele gol do Rondinelli, no finalzinho do jogo contra o Vasco, não tivesse saído, muito possivelmente o Maior time de todos os tempos seria desmontado, não é?

Pois bem, guardadas as devidas proporções, acredito que os maus resultados de agora, podem acabar nos levando a desmontar um grupo, que precisa, SIM, ser APENAS reforçado.

Senão vejamos:

Não acho o Felipe mau goleiro e tenho AS MELHORES expectativas sobre o futuro do César.

Quantos elencos, dos nossos outros 19 concorrentes, possuem três zagueiros com a qualidade de Walace, Chicão e Samir? Por favor, QUANTOS?

Quantos elencos, dentre esses outros 19, possuem dois laterais com a capacidade técnica (não física) de Leo Moura e André Santos? E se o problema deles é físico, não seria o caso de lhes proporcionar maior proteção e limitar o desgaste de ambos, para que pudessem colocar sua reconhecida capacidade técnica em prática?

O Amaral é um Brucutu? É, claro que é! Mas é muito diferente de Wiliams do Inter e Diguinho do Flu, só para ficar entre dois dos melhores elencos de todos?

Pelas suas atuações na Libertadores deste ano, o Cáceres queimou minha língua e provou que pode ser um segundo volante bastante eficiente, raçudo, vigoroso, competitivo.

Quem foi o MAIOR artilheiro do país em 2013? Pois é! Está fazendo MUITA falta. Mas muita falta MESMO ! Não só com sua presença CONSTANTE na área, como na marcação da saída de bola adversária. Alecsandro foi reserva de equipes que conquistaram até Libertadores, tem feito boas partidas e merece fazer parte do nosso elenco atual. Mas não é aquele típico homem de área, como Hernane.

Paulinho e Everton podem ser considerados fracos, na função de alas? Mesmo longe de serem craques, são velozes, bons dribladores, incisivos, participativos, voluntariosos e taticamente muito importantes, pela possibilidade de exercerem mais de uma função. Everton, inclusive, no caso de optarmos por jogar com três zagueiros, poderia perfeitamente fazer a função de ala pela esquerda, caso essa indisfarçável indolência do André se mantenha.

Já são 10. O que fica faltando então? A resposta é simples e está na boca de todos nós: UM MEIA de ligação. O tal 10.

CLARO que este não é o Elano. Nos livramos do Ibson e trouxemos outro igual. Um volante que cismou que é meia e consegue convencer seus treinadores a acreditarem nisso.

Reconheço que, possivelmente, não é a solução ideal, escalar um estrangeiro, ainda em fase de adaptação e com apenas 22 anos, para exercer essa função TÃO importante, como o Mugni. Mas tem outro ? Por que então nosso treinador o deixa treinando com o time C, ou coloca apenas para jogar os 10 minutos finais?

Muitos desses nossos “professores” atuais se preocupam demais em imitar o esquema tático das principais equipes do mundo (o tal 4-2-3-1) e são incapazes de perceber que a GRANDE novidade mesmo é a compactação das linhas dessas equipes e proximidade entre seus jogadores. Será que o famoso Tic-Tac do Barça seria possível, com seus jogadores sendo obrigados a tentar executar constantemente passes de 15, 20 metros? Será que o percentual de acerto desses passes e de posse de bola seria o mesmo? CLARO QUE NÃO !!!

Depois de toda essa explanação vocês devem estar se perguntando: Onde é que esse cara pretende chegar?

E lhes digo com a maior convicção: NÃO VEJO NOSSO ELENCO TÃO LIMITADO ASSIM.

Não a ponto de estar na posição da tabela em que está.

Vejo é nossa equipe MAL treinada, MAL arrumada, MAL escalada, MAL posicionada, com ENORMES espaços entre seus setores e com um treinador absolutamente perdido.

Realmente considero a manutenção dessas “férias” durante a Copa absurda, mas não propriamente por achar que nossos jogadores mereçam castigo. Os treinamentos deveriam continuar, sim, mas é para que esse “treinador” adquira UM MÍNIMO conhecimento sobre nosso elenco.

Trocamos Seis por Meia Dúzia, sendo que, pelo menos, o Seis conhecia como ninguém o que tinha nas mãos. Já esse Meia Dúzia, que veio ganhando O DOBRO do seu antecessor, parece nem ao menos ter se dado ao trabalho de ver os VTs de nossas partidas antes da sua chegada. Suas escalações, substituições e invenções táticas são tão estapafúrdias, como a própria condução da operação que possibilitou sua vinda.

TOMARA que esse momento não interfira, MAIS AINDA, na adesão (ou desistência) de uma das nossas MELHORES fontes de renda atuais (nosso PST) e que seja cumprida a promessa que nos foi feita, de que essa verba seria destinada exclusivamente para reforçar nosso elenco.

Que nossos Gestores se dediquem a corrigir a tempo os erros que vêm cometendo nos assuntos de campo, com a mesma volúpia e eficiência que têm resolvido nossos problemas de caixa. Caso contrário, correm SÉRIO risco de ficarem marcados, como os que salvaram nossas finanças, mas, ao mesmo tempo, protagonizaram a página mais negra da nossa história.

 

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.