No cenário brasileiro, os títulos dessas três equipes, assim como os do São Paulo no começo da década de 90, sempre foram tratados como mundiais. A partir de 2000, no entanto, com o início do torneio organizado pela FIFA (que passou a ter edições anuais a partir de 2005) criou-se uma polêmica, já que a entidade máxima do futebol mundial só reconhece como campeões do mundo os vencedores dessas últimas competições - apenas São Paulo, Internacional e Corinthians conseguiram a façanha no Brasil.

A controvérsia pode acabar no fim do mês. Segundo o ​globoesporte.com, por movimentação da Conmebol, o assunto estará na pauta da próxima reunião do Conselho da FIFA. Ao todo, cinco representantes sul-americanos estarão no encontro. É sempre bom lembrar que a reivindicação por reconhecimento não é apenas brasileira, já que outros gigantes do continente como Boca Juniors, Nacional, Peñarol e Independiente acumulam títulos que, pelo menos oficialmente, ainda não são reconhecidos como mundiais.

Infelizmente para o torcedor do Palmeiras, o título da Copa Rio de 1951, reivindicado pelo Verdão como um Mundial, não está na pauta da reunião

​​