Há sete anos, as duas equipes se enfrentaram para definir o campeão do primeiro turno do Campeonato Carioca. E foi o primeiro grande momento de Ronaldinho Gaúcho com a camisa do Fla. Com um golaço de falta aos 26 minutos da etapa final, repetindo ídolos do clube como Zico e Petkovic, garantiu a festa. Recém chegado ao clube, ele disputava apenas a sexta partida, deixando uma marca para lá de importante.

Como curiosidade, o técnico Vanderlei Luxemburgo utilizou o R10 como centroavante, ou falso 9, sendo abastecido pelos meias Thiago Neves, Renato e Bottinelli - este último acabou entrando na vaga do atacante Deivid, empurrando o “dentuço” para a frente. Naquela ocasião, o Flamengo, a exemplo do que acontece agora, chegou invicto ao confronto - aliás, viria a se tornar campeão do Rio de Janeiro sem perdeu uma partida sequer. Para o Boavista, o momento ficou eternizado pelo fato de ter sido a única em vez que decidiu um turno de Campeonato Carioca. A expectativa pelos lados de Saquarema é que, desta vez, o resultado seja diferente. Mas que o time de maior torcida do Brasil vai a campo para lá de motivado, isso não há dúvidas.