| Futebol

Fla anuncia retorno de obras no Ninho e prevê conclusão em 10 meses

Clube consegue captar cerca de R$ 12 milhões para finalizar construção dos módulos 16 e 17, destinado para o futebol profissional, além de toda urbanização do CT

As obras do Ninho do Urubu, enfim, voltarão a andar. Depois de quase dois anos de paralisação, o Flamengo anunciou nesta sexta-feira que conseguiu parceiros para o investimento dos R$ 12 milhões necessários para conclusão dos módulos destinados ao futebol profissional. Profissionais vão reiniciar os trabalhos na próxima segunda-feira, e a expectativa é de conclusão em dez meses.

Empresas do ramo de bebidas e de construção civil serão as principais responsáveis pelo retorno das construções. O Flamengo projeta também concluir toda urbanização do centro de treinamento em, no máximo, cinco meses. A parte destinada aos profissionais fica nos módulos 16 e 17 do Ninho, próximo ao campo 5. No 16 serão construídas 24 suítes, dispensa, cozinha, auditório, sala para o técnico e biblioteca. Já no 17 ficarão os vestiários, fisiologia, parque aquático, sala de imprensa, entre outras coisas.

- Depois de quase dois anos de obras paralisadas, conseguimos finalizar a captação de recursos e coincidentemente com o retorno do Luxemburgo. Semana que vem, voltam as obras nos módulos 16 e 17, que atendem o futebol profissional. Tínhamos um cuidado de não começar e parar. Agora, temos parcerias para retomar e previsão de conclusão em dez meses - anunciou o vice-presidente de patrimônio, Alexandre Wrobel.

O Rubro-Negro aproveitará toda estrutura que já está construída e serão necessários apenas reparos para o retorno efetivo das obras. Os trabalhos no CT foram interrompidos ainda na gestão Patrícia Amorim, em agosto de 2012, por falta de verba.


Comentar pelo Facebook