| Futebol

Fla cria promoção para se recuperar de pior desempenho do sócio-torcedor

Clube vive ameaça de perder mais uma posição na lista do "Movimento por um Futebol Melhor" e vê debandada de mais de quatro mil membros apenas este ano

A preocupação do Flamengo é grande com suas fontes de receita. Uma delas é o programa de sócio-torcedor, sucesso no ano passado, que sofreu uma queda intensa nesta temporada. Para se ter uma ideia da situação vivida no momento, o clube é o que tem o pior desempenho no ano entre os 53 clubes integrantes do Movimento por um Futebol Melhor, com decréscimo de 4.708 membros.

O Flamengo é um dos sete clubes com perda de sócios-torcedores na temporada. Coincidentemente, o Sport, adversário de domingo, é o terceiro com pior desempenho e o Botafogo também está na lista de números negativos em seu programa em 2014.

No momento, o Flamengo é o quinto na lista entre os clubes com mais sócios-torcedores, com 54.312, menos de 500 à frente do Corinthians. Este ano, o clube carioca já perdeu posições para Cruzeiro e Santos. A ameaça de cair ainda mais aumenta com o Palmeiras, sétimo colocado, clube que mais cresceu no último mês.

Para tentar evitar uma situação ainda mais vexatória, na busca por novos membros, o clube fez uma promoção para o jogo contra o Sport, domingo, no Maracanã. Quem ainda não aderiu ao programa receberá um cupom que dará direito a um mês grátis na adesão ao sócio-torcedor do Flamengo.

O grande salto do programa aconteceu durante a campanha da conquista da Copa do Brasil do ano passado. O Flamengo chegou a ser o terceiro colocado, segundo o Movimento por um Futebol Melhor, com mais de 67 mil sócios-torcedores, atrás apenas de Internacional e Grêmio.

Para o jogo de domingo, cerca de 20 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente. A expectativa é de um grande público para o confronto. O Flamengo está na lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas 10 pontos em 13 rodadas.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.