Fla deve votar novo contrato com o Maracanã ainda em maio

Fla deve votar novo contrato com o Maracanã ainda em maio

Sem poder contar com a Ilha do Urubu, que segue com suas torres de iluminação no chão e grandes buracos entre alguns setores, o Flamengo voltou a negociar para ter o Maracanã. E a expectativa é boa. Segundo o jornalista Diogo Dantas, do jornal O Globo, a diretoria rubro-negra quer enviar, até quinta-feira (10), para o Conselho Deliberativo, o contrato de quatro anos e meio com a Odebrecht para uso do Maraca.

Além do acordo temporário, o Flamengo ainda tem o plano de assumir o estádio e aguarda o lançamento de um novo edital para concorrer à licitação. Entretanto, a demora para que isso aconteça faz com o que a diretoria do clube da Gávea tente chegar a acordo pagando aluguel à empresa que gere o estádio.

Ainda sobre a concessão do estádio Mário Filho, de acordo com a ESPN, o Flamengo se aproxima de parceiro comercial para selar acordo de publicidade. A empresa teria direitos exclusivos em relação ao marketing no templo do futebol carioca, que seriam aplicados em “publicidade nas áreas não exploradas pela TV, como corredores, telão e nos túneis que levam o público até as arquibancadas”, segundo a matéria original.

SITUAÇÃO DA ILHA DO URUBU
O Rubro-Negro não pode jogar na Ilha do Urubu devido aos estragos causados por uma forte chuva no dia 14 de fevereiro. O temporal derrubou dois postes de iluminação no estádio e abriu buracos entre dois setores. A expectativa é que o local esteja liberado para jogos a partir da segunda quinzena de junho.  Em 14 de abril, o clube esclareceu que entrou na justiça pelos prejuízos causados no estádio e deu a previsão de 60 dias para solucionar os problemas com as torres.