De acordo com o blog De Prima, o faturamento nesta temporada será recorde, passando dos R$ 600 milhões. Trata-se de um crescimento considerável em relação aos R$ 510 milhões do ano anterior. Um dos principais pontos foi a venda do jovem Vinícius Júnior que rendeu aos cofres do clube cerca de R$ 164 milhões – na temporada passada foram apenas R$ 3 milhões neste quesito.

A projeção do dirigente ocorreu durante participação no Congresso de Gestão do Futebol (Congrefut), realizado na FEA-USP, em São Paulo. Será a maior receita do futebol brasileiro pela quarta vez consecutiva. Isso sem falar na queda da dívida. Antes de assumir o clube, o montante era de R$ 750 milhões, agora deve diminuir para R$ 340 milhões:

“O fantasma da dívida do Flamengo está deixando de existir”, comentou o dirigente no evento.