No Maracanã, o Botafogo poderia se classificar com qualquer empate com gols, mas pouco fez para eliminar o Flamengo. O time do técnico Reinaldo Rueda tomou a iniciativa da partida e, depois de muito martelar, chegou ao gol após uma linda jogada de Berrío pelo lado direito. O colombiano driblou Victor Luís e cruzou para Diego fazer o gol da classificação do Fla. 

No Mineirão, o Cruzeiro precisava de um gol para levar a decisão para os pênaltis - e foi isso que a equipe de Mano Menezes conseguiu. Aos seis minutos do segundo tempo, Thiago Neves cobrou escanteio pela direita e colocou a bola na cabeça de Hudson, que abriu o placar e deu a vitória à Raposa. Nos pênaltis, Everton, Edilson e Luan desperdiçaram as cobranças do Grêmio, enquanto Fernandinho e Arthur converteram. Do lado cruzeirense, Rafael Sobis, Raniel e Thiago Neves fizeram os gols que classificaram o time mineiro.

​​