| Futebol

Fla e Flu avaliam modelo e finalizam estudo de viabilidade do Maracanã

Após prefeitura sinalizar com Parceria Público-Privada para dupla assumir estádio, clubes analisam receitas e despesas: “Tem tudo para ser rentável”, diz Peter Siensem

flameng - Fla e Flu avaliam modelo e finalizam estudo de viabilidade do Maracanã

Em vias de ser devolvido ao governo do estado pela Odebrecht, o Maracanã pode voltar às suas origens. Inaugurado como equipamento esportivo municipal da então capital federal do Rio de Janeiro, o estádio é motivo de negociação do governo do estado com a prefeitura da cidade. A intenção do prefeito Eduardo Paes é fazer Parceria Público-Privada, com apoio e administração conjunta de Flamengo e Fluminense, que finaliza esta semana estudo de viabilidade econômica para conhecer a fundo as possibilidades do estádio.

A intenção da prefeitura animou as diretorias da dupla Fla-Flu. Em mais de uma oportunidade, o Flamengo afirmou que estava pronto para assumir o Maracanã e até administrá-lo com parceiros, o que hoje não é possível por impedimento de edital de licitação do estádio, vencido pela Concessionária Maracanã, encabeçada pela Odebrecht. A crise da própria construtora e do estado do Rio abriu as portas para novo marco regulatório do Maracanã.

Em abril deste ano, em nota oficial, o Flamengo afirmou que era contra a simples sucessão de um consórcio pelo outro sem a participação do clube, o que geraria impasse e um rompimento do clube com o estádio - o time não jogaria em condições em que não fosse protagonista da gestão e administração do estádio. O clube da Gávea quer conhecer e estudar o modelo para entrar no negócio. Comissão formada na Gávea avalia há alguns meses esta e outras possibilidades pra o Flamengo ter a sonhada casa própria.

Em conjunto com o Fluminense, o Rubro-Negro tenta chegar ao modelo de equilíbrio entre despesas e receitas para entrar de cabeça no projeto. Análise anterior já apontava gastos excessivos da Concessionária no funcionamento do estádio - o que era repassado em preço de aluguel e serviços no Maracanã. A dupla Fla-Flu estuda cortar bastante esses custos. Apesar da ideia ser embrionária, o repasse já foi motivo de alguns encontros com dirigentes da Gávea. 

Pelo lado do Fluminense, o presidente Peter Siensem também se mostrou entusiasmado com a ideia de dividir a administração do Maracanã com a prefeitura do Rio e com o Flamengo. Peter aproveitou para elogiar Eduardo Paes.

- A ideia é muito boa por diversos motivos. Primeiro que o Maracanã é um equipamento que tem todas as características para pertencer ao Município. Não faz sentido pertencer ao Estado. Segundo que o Eduardo Paes tem sido um parceiro dos clubes cariocas. Ele foi fundamental para viabilizar o nosso CT que será inaugurado em breve na Barra. Com a visão moderna que ele tem, Flamengo e Fluminense tem tudo para construir um projeto com a Prefeitura que torne o Maracanã viável e rentável - disse o presidente do Fluminense.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/07/fla-e-flu-avaliam-modelo-e-finalizam-estudo-de-viabilidade-do-maracana.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário
image

Marcus Moura/RJHá 5 meses

Esse Eduardo Paes é um filho da puta. O Flamengo não tem q se associar a esse merda pra pegar o Maracanã. Aliás acho que esse papo é eleitoreiro. Esse é um dos maiores filhos da puta que existem.. tá desesperado pq tá vendo que não vai eleger seu macho... Creio que o negócio é assumir sozinho o Maracanã ou assumir junto ao Flor, mas jamais com políticos... Caso contrário, o negócio é construir estádio próprio e deixar os políticos com seu elefante branco. SRN

Carregar mais