O Flamengo terá algumas mudanças em relação ao mês de julho, mas não em relação ao time. Os contratos pontuais com a Clipper e o iFood venceram nos últimos dias 25 e 31, respectivamente, e a equipe jogará exibindo as marcas apenas da Caixa e da Tim na camisa. Embora não continue no uniforme do clube, a empresa espanhola ainda tem um vínculo de licenciamento de produtos do Fla por dois anos.

De acordo com o ​GloboEsporte.com, os dois patrocinadores pagaram R$ 1,3 milhão ao Flamengo - R$ 800 mil da Clipper e R$ 500 mil da iFood. Bruno Spindel, diretor de marketing do clube, avaliou a parceria com o aplicativo de entregas de comida e com a marca de isqueiro.

"As parcerias tinham prazo determinado para finalizar em julho e tiveram grande sucesso. Os patrocinadores ficaram muito satisfeitos. Clipper segue com licenciamento e deve lançar um produto com a marca Flamengo entre setembro e outubro. Ganharam bastante participação de mercado com o lançamento da marca deles aqui no Brasil. A IFood também foi um sucesso enorme culminando com a ação do Everton no dia do Motoboy. Em redes sociais, o IFood teve 300% a mais de menções do que antes do período com o Flamengo. Além de toda exposição que o Flamengo dá e de todo o valor que a marca passa, os dois ficaram satisfeitos, e a gente espera que num futuro próximo a gente possa estar junto", afirmou.