Flamengo e Fluminense chegam à 27ª rodada do Campeonato Brasileiro com poucas perspectivas, mas com objetivos bem definidos. Enquanto o lado rubro-negro tenta apagar a temporada repleta de fracassos e, ao menos, ficar mais perto da vaga à Libertadores do ano que vem - atualmente, fecha o G-7 -, o tricolor quer se livrar do fantasma do rebaixamento - em 16º, tem apenas um ponto a mais que o Sport, que vem logo abaixo e abre o Z-4. Ou seja, para ambas as equipes o embate das 17h vale pela honra.

Diante deste cenário, Flamengo e Fluminense têm em mente o que estará em jogo. “Estamos em uma posição que não é a ideal. Precisamos assimilar isso, pois será uma partida muito importante”, afirmou o técnico Reinaldo Rueda. “Ganhar é bom. Mexe com a confiança e com o emocional. Nós nos colocamos nesta situação e precisamos achar uma saída”, disse Abel Braga. Ou seja, em um momento de extrema dificuldade, ambos não querem nem pensar nas quartas de final da Sul-Americana (25 de outubro e 1º de novembro), quando estarão frente a frente novamente. Aí sim, na busca por um título de expressão.

Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Juan (Rhodolfo) e Renê (Trauco); Márcio Araújo (Cuéllar), Willian Arão e Everton Ribeiro; Everton, Berrío e Felipe Vizeu (Guerrero). Técnico: Reinaldo Rueda.

Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Reginaldo, Nogueira (Renato Chaves) e Léo; Orejuela (Richard), Douglas, Wendel, Sornoza e Scarpa; Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.