| Futebol

Fla libera, Cirino viaja e vai a Curitiba tentar liberação para jogar no Inter

Após primeira recusa do Furacão, jogador vai pessoalmente pedir para ser negociado. Rubro-Negro paranaense tem 50% dos direitos do atleta

flameng - Fla libera, Cirino viaja e vai a Curitiba tentar liberação para jogar no Inter

A negociação que envolve Cirino, Flamengo, Internacional e Atlético-PR tem novos capítulos. O jogador foi liberado pelo clube carioca - que viajou nesta tarde para Natal e estreia neste sábado no Campeonato Carioca - e pegou avião para Curitiba nesta tarde. Ele vai tentar a liberação com a diretoria do Furacão pessoalmente. O Atlético-PR é dono de 50% dos direitos econômicos do jogador, e precisa aceitar a proposta do Inter para que ele deixe a Gávea.

Cirino vai se reunir com os dirigentes do Furacão para jogar no Internacional. O Colorado fez proposta ao Atlético para aquisição de 25% dos direitos econômicos da parte da Doyen Sports, que comprou metade do jogador e o transferiu ao Flamengo no início de 2015. Como participante dos direitos econômicos do atleta, o Atlético-PR precisa concordar com a transação, o que até agora não aconteceu.

LEIA MAIS: Fla bate recorde com preço de Jorge, mas reacende debate: mau vendedor?

O Rubro-Negro carioca tem contrato de empréstimo do jogador, junto ao Atlético-PR, até 31 de dezembro de 2017. Se até o final do ano não vendê-lo, os cariocas terão que pagar à Doyen 3,5 milhões de euros, acrescidos de juros de 10% ao ano – o que vai representar cerca de R$ 20 milhões. 

Cirino tinha deixado claro o interesse em poder atuar no Beira-Rio. Mesmo que seja para disputar a Série B do Brasileirão. A intenção é atuar, algo que pouco conseguiu na Gávea. No Brasileirão, disputou 24 partidas, tendo balançado as redes em duas oportunidades (soma 50 jogos e 12 gols no total pelo Rubro-Negro).

Fonte: http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/noticia/2017/01/fla-libera-cirino-viaja-e-vai-curitiba-tentar-liberacao-para-jogar-no-inter.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.