| Futebol

Fla não é armado para Guerrero jogar, e sua frustração é nítida, diz jornalista

Tim Vickery, da BBC, afirma que peruano não recebe passes e cruzamentos em<br>boas condições para finalizar e vê problema em pontas invertidos no Rubro-Negro

flameng - Fla não é armado para Guerrero jogar, e sua frustração é nítida, diz jornalista

O Internacional venceu o Flamengo por 2 a 1, no Beira-Rio, neste domingo. O resultado tirou o Colorado da zona de rebaixamento e deixou o Rubro-Negro a quatro pontos do líder do Brasileirão, o Palmeiras. E, na opinião de Tim Vickery, correspondente da BBC na América do Sul, um dos motivos para o resultado ruim do time carioca foi o isolamento de Paolo Guerrero. Na sua visão, o Flamengo não tem uma forma de jogar ideal para fazer o peruano se destacar.

- O Guerrero é um centroavante que, se você cruzar por trás da linha da defesa, para ele atacar, ele vai render. No jogo, ele recebeu dois cruzamentos dessa forma. No primeiro, ele cabeceou, e o outro ele não alcançou. Ele não está sendo municiado. Eu vejo isso jogo atrás de jogo. Apesar de o Flamengo estar brigando pelo título, o time não está armado para fazer o centroavante render. A frustração dele é nítida - disse o jornalista.

LEIA MAIS:
+ Lino elogia ousadia do Inter e critica acomodação do Fla após o gol

Guerrero tem cinco gols pelo Flamengo no Brasileiro. O artilheiro da competição, Fred, do Atlético-MG, tem 12. Tim Vickery cita como um dos motivos para o baixo rendimento do camisa 9 do Flamengo os seus dois companheiros de ataque. Para o jornalista, os pontas têm tentado jogadas pelo meio.

- É um modismo do futebol brasileiro, e eu discordo, de pontas invertidos: o canhoto joga do lado direito. O Flamengo, às vezes, usa isso. E isso dificulta os cruzamentos. Onde o Robben joga, o time é mais compacto. Se o ponta joga por dentro, para fazer os cruzamentos, você precisa que o lateral chegue à linha de fundo. Se o time está espaçado, você mata o lateral, o lateral não é fisicamente capaz de fazer isso. Ponta trocado no futebol brasileiro dá errado. O time não tem compatação. Então, só embola o jogo no meio. O Guerrero é uma vítima disso.

Do outro lado, a atuação do Inter foi elogiada pelo comentarista Diogo Olivier. O jornalista destacou que, embora o Colorado não faça boa campanha, conseguiu pressionar o rival.

- A conta do Inter, para escapar do rebaixamento, é ganhar os jogos em casa. Eram quatro: Flamengo, Cruzeiro, Santa Cruz e Ponte Preta. O mais difícil era contra o Flamengo, não tenho dúvida, porque é o melhor time desses. E o Inter não mostrava rendimento nenhum, era difícil ver o Inter jogando bem. Pela primeira vez em muito tempo, houve merecimento na vitória do Inter. O Inter conseguiu jogar, especialmente no segundo tempo.

Na quarta-feira, o Inter volta a entrar em campo no Beira-Rio, pela Copa do Brasil. O Colorado encara o Santos e precisa de uma vitória por 1 a 0 para avançar para a semifinal. Pelo Brasileirão, o próximo adversário é o Grêmio, na casa do rival. O Flamengo terá duelo com o Corinthians, no domingo, no Maracanã.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/programas/redacao-sportv/noticia/2016/10/fla-nao-e-armado-para-guerrero-jogar-e-sua-frustracao-e-nitida-diz-jornalista.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.