As três últimas participações (2012, 2014 e 2017) do Rubro-Negro na Libertadores foram decepcionantes já que o time não conseguiu passar da fase de grupos. Neste ano, um fator pode complicar ainda mais a vida do time, que pode sofrer punições da Conmebol após os episódios no Maracanã contra o Independiente, na final da Sul-Americana. 

- A Libertadores é o objetivo principal do Flamengo. Mas penso que o próximo jogo é sempre o mais importante. É claro que o sonho de todos no Flamengo é a Libertadores, mas não podemos esquecer do Estadual. Principalmente para a garotada que vem jogando e tendo oportunidades. Mas é claro que temos nosso planejamento interno para o jogo do dia 28 – avaliou o auxiliar técnico Rodrigo Carpegiani.

A preparação especial do elenco principal inclui a volta gradual dos jogadores ao time titular na disputa do Carioca. Neste domingo, ​na partida contra a Cabofriense, cinco atletas estarão à disposição: Vinicius Junior Rodinei, Léo Duarte, Lincoln e Renê. O planejamento inclui o retorno de outros nomes até o clássico contra o Vasco, marcado para o dia 28

- A preparação neste ano mudou por causa da final. Tivemos que fazer dois grupos. Esse resultado na estreia no Carioca nos dá mais tranquilidade e calma para usar o time titular. Estamos preparando a equipe para o dia 28 de fevereiro, o que não impede que o time titular jogue antes no Carioca - analisou o auxiliar Jayme de Almeida.