• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Fla reencontra Rafael Moura, que já provocou o Rubro-Negro por fama de ‘carrasco’: “É minha vítima, um freguês”

Na noite desta segunda-feira (18), a bola rola para Goiás x Flamengo, no Estádio da Serrinha (Goiânia), em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com fama de “carrasco” do Rubro-Negro, o centroavante Rafael Moura reencontra a equipe carioca, que terá de ter atenção com o artilheiro.

Aos 37 anos, He-Man coleciona passagens por diversos clubes brasileiros, e na grande maioria deles, castigou o Fla. Até o momento, são 27 jogos disputados e 12 gols anotados diante do Mais Querido. Em síntese, nos últimos quatro anos, deixou pelo menos um tento por temporada contra o Mengo.

Em 2019, ano mágico para o Flamengo, Rafael Moura, já no Goiás, deixou sua marca no empate em 2 a 2 no Serra Dourada, em partida válida pelo segundo turno do Brasileirão. Recentemente, o centroavante, em entrevista, deu uma cutucada no Rubro-Negro carioca e brincou sobre o bom retrospecto que tem contra o clube da Gávea.

O Flamengo, pela história de Zico, Nunes, Andrade, sempre teve uma camisa muito forte, a maior torcida, e isso faz com que qualquer jogador entre mais focado, mais concentrado a jogar contra o Flamengo. Digamos que eu tenha mais sorte porque nos últimos dez anos só em 2015 eu estava operado. Foi o único ano que eu não fiz gol (contra o Flamengo) -, disse Rafael Moura ao Esporte Interativo em 2020.

É minha vítima, é um freguês, entrando na brincadeira… Com todo respeito. Escuto isso de flamenguista: ‘quando vai parar de fazer gol na gente?’. Sempre escuto ou leio algo no Instagram de eu sempre fazer gol no Flamengo. Mas tenho um respeito muito grande -, finalizou.

Tendo que ficar atento a Rafael Moura, o Flamengo visita o Goiás nesta segunda (18), às 20h (horário de Brasília), em Goiânia. Sem vencer há três partidas, o Mais Querido busca reabilitação para seguir sonhando com o título brasileiro. Estacionado nos 49 pontos, oito atrás do líder São Paulo, que tem dois jogos a mais, os comandados de Rogério Ceni ocupam a quinta colocação.

Publicado em colunadofla.com.