| Futebol

Fla se classifica com futebol de eliminado na Copa do Brasil

Nem a venda de Vinicius Junior por valores estratosféricos ao Real Madrid. Nem a contratação de Everton Ribeiro. Nem a volta de Conca e Diego ao time. Nem o gol do até então vilão Matheus Sávio, que ontem tirou o Flamengo do sufoco e garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO e a classificação na Copa do Brasil. Nada pode apagar a apatia e a falta de alma apresentadas pelo Flamengo de Zé Ricardo uma semana após eliminação na Libertadores.

Assim como na competição continental, o técnico errou. Não na escalação, com quatro laterais — Trauco e Rodinei improvisados. Mas na demora em mudar algo que não deu certo depois de o time abrir o placar com Guerrero, aos 12 minutos. E o time, como um todo, apresentou o mesmo comportamento derrotado e de aceitação. O panorama mantém a pressão sobre o trabalho do treinador e do departamento de futebol.

Depois de sofrer o gol, a defesa rubro-negra desmoronou. A proteção de Márcio Araújo e Willian Arão inexistiu. Rever e Rafael Vaz alternaram falhas bisonhas. Os laterais também não iam bem. De um arremesso lateral, Jorginho empatou de cabeça, em falha conjunta da zaga.

Depois disso, a pane técnica foi geral. Do goleiro aos atacantes. O meio-campo não controlou o jogo. Rodinei, lateral improvisado como ponta, era a melhor opção ofensiva. Mas saiu para a entrada de Matheus Savio no meio do segundo tempo.

O mesmo jovem que na Libertadores cometeu erros que contribuíram para a derrota. Dessa vez, o vilão virou herói. Em chute sem querer, colocou o Flamengo na frente. O gol acalmou os ânimos. Mesmo que a torcida tenha chamado Zé Ricardo de burro por não lançar Vinicius Junior.

Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/fla-se-classifica-com-futebol-de-eliminado-na-copa-do-brasil-21390914.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.