Fla se defende na Conmebol, pede anulação da pena e aguarda decisão

Fla se defende na Conmebol, pede anulação da pena e aguarda decisão

O Flamengo ainda mantém esperanças de atuar na Libertadores com torcida desde o início da fase de grupos. Nesta quinta-feira, foi julgado o recurso do clube na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai, e os advogados do Fla pediram a anulação da pena pela confusão na final da Copa Sul-Americana, contra o Independiente-ARG, em dezembro de 2017 no Estádio do Maracanã.

O clube, representado pelo advogado Pedro Frida e Marcelo Frazão, diretor de Novos Negócios do Flamengo, pediu o arquivamento da punição, ou seja, a anulação da pena, ou a redução da mesma e até mesmo uma pena alternativa em relação aos dois jogos com portões fechados e a multa de 300 mil dólares.

A informação foi publicada pelo site do "Globoesporte" e confirmada pelo Fla.

Agora, resta aguardar o resultado do julgamento. O departamento jurídico espera que a decisão do Tribunal de Apelação até a próxima terça, dia 27.

Na quarta, dia 28, o Fla estreia no Grupo 4 da Libertadores contra o River Plate. O confronto com os argentinos está marcado para o Nilton Santos, às 21h45.