Fla só pensa naquilo: Libertadores é preocupação dentro e fora de campo a uma semana da estreia

Fla só pensa naquilo: Libertadores é preocupação dentro e fora de campo a uma semana da estreia

O mantra no Flamengo é Libertadores. A uma semana da estreia, o clube respira o retorno ao torneio sul-americano, com preocupações dentro e fora de campo. A goleada na estreia da Taça Rio deu tranquilidade para o Rubro-negro seguir o planejamento. Antes de enviar um time misto para encarar o Fluminense, amanhã, pelo Estadual, o técnico Carpegiani prepara a lista de inscritos na competição internacional. Os 30 nomes devem ser definidos hoje e enviados á Conmebol, sem surpresas.

O clube teve ontem uma audiência na entidade, em que apelou da pena de dois jogos sem torcida e multa. O primeiro compromisso é diante do River Plate, na quarta-feira, no Nilton Santos. Mesmo com portões fechados, o Flamengo alertou sobre concentração de rubro-negros no entorno. Também ontem, iniciou o envio de ofícios prometidos ás autoridades responsáveis pela intervenção federal na segurança. A diretoria ainda fez questão de se desculpar e alertar sobre casos isolados de vandalismo no Nilton Santos no retorno ao estádio, diante do Madureira. Sete cadeiras foram quebradas.

A ideia é seguir á risca os protocolos e rituais da Conmebol no planejamento da operação do jogo contra o River Plate, mesmo sem público. A reunião de segurança para a partida acontece na segunda-feira. Além do alerta aos torcedores e ás autoridades, a direção mantém contato com a Conmebol para que delegações do adversário e dirigentes da entidade não tenham problemas semelhantes aos que viveram representantes do Independente na final da Sul-Americana. Na ocasião, houve invasão ao Maracanã e tumulto em hotel dos visitantes.

Lista com Guerrero, mas sem Julio Cesar

A novidade na lista da Libertadores que o Flamengo finaliza é a presença de Guerrero, que ainda está suspenso por doping e terá recurso julgado apenas em março para saber se estará liberado para voltar a jogar. O peruano teve o contrato interrompido temporariamente pelo clube, mas assim que estiver apto o vínculo será retomado. Desta forma, a comissão técnica conta com ele para algum jogo da primeira fase da competição, nem que seja o último. Uma possível troca de peças não seria problema caso Guerrero tenha a pena mantida no Tribunal Arbitral do Esporte.

As baixas na lista da Libertadores, por outro lado, não são surpresas. Hoje, apenas Ederson e Berrio, em tratamento. A única incerteza era a presença do goleiro Julio Cesar, mas ele não deve tomar o espaço dos jovens César e Thiago. O veterano ficaria de sobreaviso para qualquer substituição por lesão. Diego Alves está confirmado após boa atuação na volta ao time contra o Madureira.

Ritmo no clássico para quem volta contra o River

A partida contra o Fluminense vai servir ao Flamengo como novo teste para alguns jogadores também de olho na Libertadores. Diferente de Jonas, que foi lançado no time titular para dar conta da ausência de Cuéllar nas duas primeiras rodadas do torneio internacional, outras peças serão avaliadas do ponto de vista físico. É o caso do zagueiro Juan e do volante Willian Arão. Os dois serão relacionados para readquirem ritmo no clássico.

O veterano vem de dores nas costas e de uma pancada no tornozelo, mas treinou normalmente ontem no Ninho do Urubu e não será problema, a princípio, para a Libertadores. Mesmo fora do time titular e sem jogar esse ano, Arão pode ter os primeiros minutos em campo. Ele também sofreu com uma pancada no tornozelo. Carpegiani vai deixar de fora titulares e algumas opções que serão usadas diante do River Plate. Desta forma, o time misto contaria com Diego Alves, Juan e Cuéllar na espinha dorsal. O treinador também vai voltar com alguns jovens entre os relacionados. A expectativa é que Jean Lucas seja até titular e Leo Duarte apareça na defesa. A definição de quem viaja sai hoje, após o treino da manhã.

Garotada valorizada e na expectativa da inscrição

O departamento de Futebol do Flamengo renovou o contrato de quase todos os jovens que jogaram no profissional esse ano e os que se destacaram na Copinha e trouxeram o título do torneio para a Gávea. Agora, a expectativa é quais deles aparecerão na lista que o clube envia para a primeira fase da Libertadores. Além do zagueiro Patrick, nomes como dos meias Lucas Silva e Pepê tiveram os vínculos estendidos, entre outros jogadores. Os prazos são distintos e serão informados pelo Flamengo em breve. Patrick tinha contrato até 2019 e renovou até 2022.

O Flamengo vinha se reunindo com atletas e representantes há duas semanas. Mas as assinaturas de contrato só aconteceram agora para que os jovens não perdessem condições. Uma vez que é preciso atualizar o registro novo na CBF. O clube anunciou apenas a renovação de Jean Lucas, volante que firmou até 2021 com multa de 30 milhões de euros. O centroavante Lincoln também deve renovar nos mesmos moldes financeiros. São as duas pratas da casa hoje no radar de clubes europeus. O Flamengo já vendeu Felipe Vizeu para a Udinese e espera oferta milionária por Lucas Paquetá no futuro.