| Futebol

Fla vai à Fifa regularizar Geuvânio após Tianjin ignorar prazo; atleta não pega o Vasco

flameng - Fla vai à Fifa regularizar Geuvânio após Tianjin ignorar prazo; atleta não pega o Vasco

O Flamengo esperou até esta quinta-feira quando acabava o prazo de 15 dias voluntários para que os chineses do Tianjin Quanjian enviassem o Certificado de Transferência Internacional do meia-atacante Geuvânio. A data expirou, o documento não chegou, e o clube rubro-negro vai à Fifa regularizar o jogador, conforme revelado pelo EXTRA nesta quarta-feira.

Com a demora no envio dos certificados à CBF, Geuvânio deve ser confirmado como desfalque contra o Vasco no sábado. A estreia só acontecerá quando os chineses enviarem o documento, o que não tem data certa diante do impasse. O Santos pressiona o Tianjin para receber um pagamento pelo descumprimento do contrato de venda do atleta, que previa preferência na volta ao Brasil.

O Flamengo se posicionou em nota. Diz que diante do silêncio dos chineses espera que a Fifa conceda o registro provisório nos próximos dias e cobrará ressarcimento pelo tempo de inatividade.

O atleta e seus representantes estão cientes de que a documentação não chegou a tempo e estão solidários ao clube carioca. O jogador foi contratado por empréstimo de 18 meses, com parte do salário paga pelo Flamengo.

O Flamengo considerou desde o início que a operação seria tranquila do ponto de vista jurídico, já que o contrato de preferência era entre Santos e Tianjin. Agora, se vê na obrigação de pressionar através da Fifa.

Confira a nota do clube:

O Clube de Regatas do Flamengo informa que, de acordo com o previsto no regulamento de transferências da FIFA, deu entrada na ordem de transferência do atleta Geuvânio Santos Silva na data de abertura da janela internacional, 20/6/2017.Nesta quarta-feira, 05/7/2017, encerrou o prazo máximo de 15 dias previsto no referido regulamento para envio da contra-ordem pelo clube chinês Tianjin Quanjian.Diante do silêncio do referido clube chinês, o CRF encaminhou à FIFA nesta data o pedido de registro provisório do atleta, o que se espera seja concedido nos próximos dias.A atitude do Tianjin Quanjian, que firmou contrato válido de transferência gratuita do atleta com o CRF, pelo período de 18 meses, será passível de sanções desportivas e financeiras. Além disso, tão logo o registro seja concedido, o CRF irá pleitear junto à FIFA o ressarcimento ao clube chinês pelo período em que o atleta ficou impedido de atuar na equipe profissional.

Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/fla-vai-fifa-regularizar-geuvanio-apos-tianjin-ignorar-prazo-atleta-nao-pega-vasco-21561403.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.