| Futebol

Fla vence, entra no G4 e domina a Seleção da 21ª Rodada do Brasileirão

flameng - Fla vence, entra no G4 e domina a Seleção da 21ª Rodada do Brasileirão

A 21ª rodada do Brasileirão-2016 confirmou mais uma vez o equilíbrio da competição, principalmente na parte de cima da tabela. O entra e sai do G4 está frenético, qualquer vacilo deixa a equipe de fora, ao passo que uma vitória já pode recolocá-la na briga.

É o caso do Flamengo, que venceu um concorrente direto e retornou ao G4, depois de ser derrotado na rodada anterior. A vitória sobre o Grêmio levou o clube a fornecer quatro personagens à Seleção da Rodada: Pará, Diego (estreante), Leandro Damião e o técnico Zé Ricardo.

O Corinthians foi outro que triunfou e retorno aos quatro primeiro colocados na classificação. O principal responsável por isso foi Marlone, que mudou o panorama do jogo contra o Vitória e se tornou o Craque dessa rodada. Uendel também ficou entre os melhores.

Denis, goleiro do São Paulo e Thiago Martins, zagueiro do Palmeiras, viram seus times empatarem, mas se destacaram e também estão no selecionado.

Completam a Seleção o zagueiro Leonardo Silva, do Atlético-MG, o volante Henrique, do Cruzeiro, Iago, meia do Coritiba e Sassá, atacante do Botafogo.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada um dos integrantes:

Denis – goleiro – São Paulo – 8,0

Está em grande fase e tem reafirmado essa condição rodada após rodada. Contra o Internacional, com defesas incríveis, garantiu que o São Paulo saísse do Beira-Rio com um ponto.

Pará – lateral-direito – Flamengo – 7,5

Garra, disposição e entrega não tem faltado ao lateral que substitui muito bem Rodinei. Faltava uma atuação significativa no ataque, que veio contra o Grêmio, com grande assistência a Diego.

Thiago Martins – zagueiro – Palmeiras – 7,0

Fez uma partida consistente frente à Ponte Preta, assim como tem sido em suas atuações recentes. Marcou um dos gols do empate em 2 a 2, no Allianz Parque.

Leonardo Silva – zagueiro – Atlético-MG – 6,5

Comandante do sistema defensivo do Galo, foi firme na marcação e quase perfeito nas antecipações. Como sempre, quando foi ao ataque levou perigo ao adversário.

Uendel – lateral-esquerdo – Corinthians – 7,0

Apesar de ter sofrido com Marinho pelo seu setor, teve liberdade para atacar pelo corredor do lado esquerdo e aproveitou para dar a assistência para o gol que definiu o placar.

Henrique – volante – Cruzeiro – 6,5

Embora tenha sido responsável pelo gol de honra do adversário, fez uma grande partida na marcação e na saída de bola, sem contar que marcou o tento que abriu o placar.

Iago – meia – Coritiba – 7,5

Contra o Santos, entrou em campo quando a partida estava empatada em 1 a 1. Em um lance de rara felicidade, arriscou chute de longe e acertou o ângulo de Vanderlei. Golaço e vitória para o Coxa.

Diego – meia – Flamengo – 7,5

Em sua estreia pelo Fla, entrou em campo e parece que vestia a camisa do clube há anos. Desarmou, finalizou, apareceu, criou e marcou gol de cabeça, decretando a vitória de seu time.

Marlone – meia – Corinthians – 8,0 (CRAQUE)

Difícil entender o motivo de ter tão poucas oportunidades. Entrou no intervalo e mudou o cenário da partida. Foi para cima, chamou a responsabilidade e marcou um golaço em chute de longe. Além disso, participou do lance do segundo gol.

Sassá – atacante – Botafogo – 7,5

Tem sido o principal jogador da equipe e se firmando como centroavante. Aproveitou duas falhas de Magrão para marcar dois gols contra o Sport, praticamente determinando a vitória do Bota.

Leandro Damião – atacante – Flamengo – 7,5

Mostrou muita vontade durante o tempo em que esteve em campo. Buscou o jogo, procurou as tabelas, brigou pelos desarmes e foi premiado ao marcar gol de pênalti que abriu o placar.

Técnico: Zé Ricardo – Flamengo – 7,5

Time tem estado cada vez mais consistente, mostrando um padrão acima da média do campeonato e evoluindo na parte defensiva, algo que era um problema constantes neste ano. Venceu com contundência um adversário direto por posição na parte de cima da tabela. Teve o controle do duelo contra o Grêmio e pouco sofreu.

Fonte: Lance

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.