| Futebol

Fla vence quinta seguida e mantém Vitória na lanterna do Brasileirão

Paulo Victor defende pênalti de Juan em vitória de 2 a 1 no Barradão, com gols de Marcelo, de cabeça, e Alecsandro, de pênalti. Caio desconta

  • momento decisivo

    33min/2ºT


    O Vitória tinha tudo para empatar e fazer a pressão final em busca da virada. Mas Paulo Victor defendeu cobrança de pênalti de Juan e assegurou o triunfo.

  • nome do jogo

    Everton


    Everton mandou no jogo. Foi a maior alavanca do Fla ao ataque, mandou bola na trave, deu cruzamento para gol de Marcelo. Vem crescendo muito.

  • muito mal

    Juan


    Justamente contra o ex-time, Juan teve um dia para esquecer. Cometeu o pênalti do Flamengo e desperdiçou o que teve a favor do Vitória. Tudo errado.

O Flamengo cresce no mesmo embalo em que o Vitória despenca no Campeonato Brasileiro. No começo da noite deste domingo, no Barradão, o time carioca venceu sua quinta partida seguida na competição e manteve os baianos na lanterna da disputa. O triunfo por 2 a 1 teve gols de Marcelo, de cabeça, e Alecsandro, de pênalti. Caio fez para o Vitória, que desperdiçou a chance da igualdade ao perder uma penalidade com Juan, ex-Fla. Paulo Victor defendeu.

saiba mais
  • Confira a tabela do Brasileirão
  • Veja como foi o jogo no Tempo Real

Com o resultado, alicerçado em grande atuação de Everton, o Flamengo pulou para a nona colocação, com 25 pontos. São sete de distância para o G-4 e oito de afastamento para a zona de rebaixamento. O Vitória, com 15, está isolado em último, com um ponto a menos do que o Bahia, seu rival, vice-lanterna - o Palmeiras, primeiro fora do Z-4, tem 17.

Na próxima rodada, a última do primeiro turno, o Flamengo recebe o Grêmio no Maracanã. O jogo é sábado, às 18h30. Nos mesmos dia e horário, o Vitória visita o Santos.

marcelo vitoria x flamengo (Foto: Romildo Jesus/Futura Press)Marcelo festeja primeiro gol do Flamengo no Barradão (Foto: Romildo Jesus/Futura Press)

O jogo

Foi um belo primeiro tempo. Vitória e Flamengo jamais abdicaram de atacar, usaram bastante os lados, não desfizeram suas estruturas. E criaram repetidas chances. Caio, no time baiano, e Everton, pelos cariocas, simbolizaram a movimentação da etapa. Foram as figuras mais ativas das duas equipes. E, não por acaso, participaram dos dois gols do justo empate por 1 a 1.

Everton já havia acertado a trave em chute cruzado pela esquerda e incomodado um bocado a defesa adversária quando, aos 32 minutos, cobrou o escanteio que resultou em cabeceio certeiro, preciso de Marcelo: gol do Flamengo. A vantagem, porém, durou pouco - e graças a Caio. O atacante recebeu cobrança de lateral de Ayrton e, entre três zagueiros, se livrou da marcação e bateu na bola do jeito que deu: meio de canela, desengonçado, mas o suficiente para encobrir Paulo Victor e empatar a partida. Dinei teve outras três chances ao longo do período, mas sem sucesso na finalização - a exemplo de Paulinho e Alecsandro no Flamengo.

No segundo tempo, o Flamengo venceu, em grande parte, graças a seu goleiro. Se "Gatito" Fernández evitou duas vezes que Márcio Araújo fizesse para o time de Vanderlei Luxemburgo, o goleiro do Fla fez o mesmo contra os baianos. Defendeu cabeceio à queima-roupa de Caio e depois salvou pênalti batido por Juan. A infração foi anotada por toque no braço de Marcelo, mesma razão que fez o árbitro Anderson Daronco marcar pênalti para o Flamengo, em cruzamento de Mugni e toque de Juan. A diferença é que Alecsandro não perdoou: 2 a 1 e mais três pontos para o Fla.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.