• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo adota ‘contraprova particular’ e intensifica testagem à parte de Conmebol e CBF

Por: Higor Neves e João Pedro Granette

Com um dos protocolos mais eficazes durante o primeiro mês da retomada do futebol nacional, o Flamengo vive um momento delicado em seu elenco: um surto de Covid-19 que já conta com sete jogadores, além de dois membros da delegação do futebol. O Rubro-Negro, portanto, vê a necessidade de redobrar medidas de segurança e controle de testagem, para não perder as rédeas da situação. Em meio a isso, o clube prepara uma bateria de testes por conta própria, sem depender das entidades que organizam as competições – atualmente, CBF (Brasileirão) e Conmebol (Libertadores).

Durante os exames prévios realizados para a partida da última terça-feira (22), contra o Barcelona de Guayaquil, sete jogadores testaram positivo: Filipe Luís, Isla, Matheuzinho, Diego Ribas, Bruno Henrique e Vitinho Michael. Mesmo antes do prazo pré-estabelecido para um novo teste, o Fla realizará contraprovas nesta quarta, para verificar se ainda há a presença do vírus no corpo.

Enquanto isso, todos os demais jogadores – que chegaram a ter contato com os infectados, uma vez que toda a delegação estava no Equador – foram submetidos a uma nova bateria de exames. Dirigentes e demais membros da comissão de futebol (massagistas, fisioterapeutas e afins) também participaram do processo, que visa agilidade e eficiência na identificação de possíveis infectados, para início do tratamento

FLAMENGO TENTA ADIAMENTO DO PRÓXIMO JOGO

Com alto número de infecções, o Flamengo solicitou, na última terça-feira (22), o adiamento da partida do próximo fim de semana, pelo Brasileirão. O Palmeiras, adversário do Fla na peleja, já se manifestou sobre o assunto e demonstrou posicionamento contrário à solicitação. A CBF, por sua vez, ainda não se pronunciou oficialmente.

Publicado em colunadofla.com.