| Futebol

Flamengo alcança recorde histórico como mandante no Brasileirão

Clube alcança nona vitória seguida e quebra marca dos anos 80

flameng - Flamengo alcança recorde histórico como mandante no Brasileirão

Nação lota estádios Brasil afora e empurra o Mengã

Foi um domingo de muita alegria para a Maior Torcida do Mundo. O Flamengo teve uma atuação convincente e venceu o Santa Cruz por 3 a 0 no Pacaembu. Além dos três pontos na tabela do Brasileirão, o Flamengo ultrapassou uma marca que perdurava há 36 anos e atingiu sua maior sequência de vitórias como mandante na história do Campeonato Brasileiro.

No ano do seu primeiro título nacional, o Flamengo alcançou, nos jogos em casa, uma série de sete jogos sem sequer empatar. Tendo todos os jogos acontecido no Maracanã, o Flamengo derrotou Palmeiras (6x2), Bangu (2x1), Santa Cruz (2x1), Desportia Ferroviária (3x0), Santos (2x0), Coritiba (4x3) e Atlético-MG (3x2).

Na sequência, onde o Flamengo balançou as redes dos adversários por 22 vezes, Zico se destacou como o maior artilheiro: marcou em nove oportunidades. Mas Nunes não ficou muito atrás: fez seis gols. Tita (duas vezes), Toninho Baiano, Andrade, Júlio César Uri Geller, Carlos Alberto e Anselmo (uma vez cada) também anotaram pelo Mais Querido.

O ano de 2016 trouxe o contratempo do fechamento do Maracanã para os Jogos Olímpicos do Rio. O Flamengo resolveu mostrar sua vocação nacional e jogou em diversos estados do Brasil. Com o apoio da Nação Rubro-Negra, fez do país inteiro sua casa. A nova marca foi atingida em três estádios, em três estados diferentes.

As nove vitórias começaram contra o Internacional, em junho, no estádio Kléber Andrade, quando o gol de Ederson foi o único da vitória por 1 a 0.




Em julho, o Flamengo foi à capital federal para receber o Atlético-MG. O estádio Mané Garrincha foi testemunha de dois gols de Felipe Vizeu.




De volta ao Kléber Andrade, em Cariacica, a próxima vítima foi outro clube mineiro: o América-MG. Guerrero abriu o placar, Alan Patrick converteu pênalti e o Mais Querido venceu por 2 a 0.




Já em agosto, um adversário rubro-negro: o Atlético-PR foi ao Kléber Andrade e também não conseguiu se impor à Nação. Um golaço de Mancuello garantiu a vitória e deu o gostinho da liderança, ainda que provisória, ao Mais Querido.




A partida seguinte, contra o Grêmio, além de fazer parte da série de nove vitórias como mandante, trouxe outras duas marcas importantes. O Mané Garrincha foi palco da estreia do meio-campo Diego. Na ocasião, o placar foi aberto por Leandro Damião, que teve um golaço de bicicleta anulado, mas cobrou pênalti para fazer o gol de número 12 mil da história do Flamengo. O estreante Diego também guardou um e o Flamengo ganhou por 2 a 1.




A casa rubro-negra no Espírito Santo viu o Flamengo vencer a Ponte Preta com dois belos gols. Gabriel e Fernandinho balançaram as redes e garantiram a sexta vitória seguida como mandante.




A marca dos anos 80 foi igualada numa tarde de muita festa e num palco inusitado. Acostumado a receber jogos dos grandes times de São Paulo, o Pacaembu lotou para ver o Flamengo vencer o Figueirense por 2 a 0, com gols de Willian Arão e Diego.





Não poderia haver forma mais emocionante de quebrar um recorde do Flamengo de Zico e companhia. O Kléber Andrade lotou pela quinta vez seguida quando o Flamengo recebeu o Cruzeiro. Em uma partida muito disputada, a equipe mineira abriu o placar já na segunda metade da etapa final. Mas golaços de Guerrero e Mancuello fizeram com que o Flamengo alcançasse a oitava vitória seguida como mandante no Brasileirão 2016.

A última partida da sequência teve goleada. Mais uma vez no Pacaembu, o Flamengo teve o Santa Cruz como visitante. E não perdoou. Com gols de Felipe Vizeu, Willian Arão e Marcelo Cirino, fez 3 a 0 e levou a Nação à loucura.





*Colaborou sob supervisão de Ricardo Taves

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/24282/flamengo-alcanca-recorde-historico-como-mandante-no-brasileirao

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.