"O Flamengo nada mais fez do que cumprir o contrato. O contrato está suspenso, está previsto na legislação, está previsto no contrato. Enquanto o contrato está suspenso, ele não recebe do clube e a decisão foi muito bem recebida por ele, porque é justo, está no contrato e na legislação", confirmou o vice-presidente jurídico do Flamengo, Flávio Willeman, em entrevista ao blog "​Ser Flamengo".

O Rubro-Negro torce para que os recursos sejam julgados o mais rápido possível, já que o clube se vê na seguinte situação: sem Guerrero (cujo vínculo vai até 10 de agosto de 2018), precisa buscar um novo centroavante para a temporada. Entretanto, não pode investir grandes quantias por ainda ter vínculo e ter que arcar com os custos do atacante peruano. Por isso a importância de, ao menos, suspender o contrato de momento.