| Futebol

Flamengo assina parceria com Comitê Olímpico Britânico

Parte da equipe da Grã-Bretanha irá utilizar instalações da sede da Gávea; recursos para os Esportes Olímpicos e intercâmbio de conhecimento são contrapartida

Bandeira de Mello, Jan Paterson, Fred Luz e Helman

Bandeira de Mello, Jan Paterson, Fred Luz e Helman

O Flamengo assinou nesta segunda-feira (4) mais um importante e histórico acordo para o futuro do esporte olímpico rubro-negro. O clube e a British Olympic Association (BOA) sacramentam uma parceria que prevê que importante parte da delegação britânica ficará sediada na Gávea durante os Jogos Olímpicos Rio-2016. Estiveram no gabinete da presidência para a assinatura do contrato o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, o CEO do clube, Fred Luz, o vice-presidente de Esportes Olímpicos e o diretor-executivo da pasta, Alexandre Póvoa e Marcelo Vido, além do diretor-executivo de Administração, Marcelo Helman. Jan Paterson, diretora da BOA, que representou o Team GB (Equipe Grã-Bretanha) no encontro, ganhou um Manto Sagrado personalizado.

O acordo teve início na parceria com o remo rubro-negro, em que dezenas de atletas participaram de um camp na sede naútica do clube e o Comitê Britânico trouxe ergômetros para a Gávea, e vem sendo negociado há meses. O Team GB usará a nova piscina, com instalação em fase final, para o treinamento de algumas modalidades, além da moderna academia de musculação da Gávea e salas para repouso dos atletas. Em troca, a BOA proverá ao clube recursos para as instalações e equipamentos de alto nível que prevê o projeto CUIDAR (Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento de Atletas de Alto Rendimento). O contrato também contempla verbas para importante troca de experiências com atletas, técnicos e gestores dos dois lados, tanto em eventos no Rio de Janeiro quanto em seminários na sede do Comitê Olímpico Britânico, em Londres.

Jan Paterson, diretora da BOA, se mostrou animada com a parceria e elogiou a infraestrutura do clube rubro-negro.

"Para nós é maravilhoso que o Flamengo tenha escolhido o BOA e o Team GB como parceiro para Rio-2016. O clube é fantástico para oferecer para nossas modalidades os elementos-chave que os atletas precisam na preparação para os Jogos antes de competirem. Estamos muito gratos ao Flamengo e agora assinamos o contrato. Estamos ansiosos para iniciar a parceria juntos", afirmou Jan, lembrando também do legado técnico e intelectual que a parceria deixará aos dois envolvidos.

"Uma das melhores partes do acordo é o intercâmbio de conhecimento com o Flamengo, os jogadores, os clubes, dirigentes, treinadores. É uma experiência única, nunca fizemos isto antes e poder ter essa troca de experiências entre os esportes que estarão aqui no Flamengo irá beneficiar os dois lados e deixará um legado. Estamos animados para manter uma tranferência de conhecimento estável a longo prazo", finalizou.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, falou da importância do relacionamento com uma grande potência olímpica.

"Ganha muito, porque a Grã-Bretanha é uma referência mundial em termos de esportes olímpicos. Ficamos muito honrados de termos sido escolhidos para que eles permaneçam conosco durante os Jogos. Vamos aprender muito e trocar conhecimento. Tenho certeza que é uma parceria que começa agora e se perpetuará pelos anos que seguirão. O Flamengo também é uma referência, tem uma localização estratégica, e o Comitê Olímpico Britânico já vinha em contato conosco, principalmente em relação ao remo. A partir daí, foi uma escolha natural", explicou o mandatário rubro-negro.

A recuperação da credibilidade do clube nos últimos anos foi fundamental para a parceria com o Comitê Olímpico Britânico, assim como com o USOC, dos Estados Unidos, dois mais importantes comitês olímpicos do mundo.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/23150/flamengo-assina-parceria-com-comite-olimpico-britanico

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.