Flamengo chega ao Chile, e Diego lembra força de reação da Católica

Flamengo chega ao Chile, e Diego lembra força de reação da Católica

Sem Mancuello, cortado por precaução pelos médicos do clube, mas com o grupo completo - incluindo cinco gringos (sem Conca) -, o Flamengo desembarcou na madrugada desta terça-feira com assédio de chilenos a Diego e Guerrero e atenção da imprensa local.

O camisa 10 - na Libertadores - lembrou a força da Universidad Católica para reagir e empatar o jogo contra o Atlético-PR, em Curitiba, e elogiou os rivais desta quarta-feira.

- São equipes diferentes o San Lorenzo e a Católica. Cada uma vai apresentar dificuldades para a gente. Provaram a qualidade contra o Atlético no resultado que foram buscar fora de casa. Equipe deles também é bem organizada, então temos vários motivos para entrar bem concentrados e respeitando este adversário - disse Diego.

Aniversariante do dia, Zé Ricardo foi homenageado pelo clube com um bolo - o treinador completou 46 anos.