| Futebol

Flamengo comemora resultado financeiro no Maracanã

Clube, que teve R$ 1,8 milhão de lucro, pretende assumir administração do estádio

flameng - Flamengo comemora resultado financeiro no Maracanã

O Flamengo pode não ter vencido o clássico de domingo, mas, fora de campo, o empate contra o Corinthians foi o melhor resultado financeiro do ano. O clube deixou o Maracanã com lucro de R$ 1,874 milhão — R$ 281 mil deles foram penhorados —, o que corresponde a 58,51% dos R$ 3,203 milhões arrecadados com a venda dos 54.542 ingressos. Em 2015, o rubro-negro não embolsou mais do que 48% do total da renda em seus jogos como mandante.

Os números animaram a diretoria do Flamengo, que pretende assumir a administração do estádio em parceria com setor privado. O edital com as regras da concorrência que contará com participação de clubes ainda não foi lançado — o que deve acontecer até março de 2017. Até agora três grupos mostraram interesse em administrar o Maracanã: Flamengo, CSM (Golden Goal), Roberto Medina e possivelmente Fluminense, consórcio ainda não formado; a Binário (formada por antigos funcionários demitidos da Maracanã S.A.); e o consórcio formado pela La Lagardère e a BWA, grupo que perdeu a primeira licitação, em 2013.

O jogo teve R$ 1,261 milhão em despesas. Desses, R$ 344 mil foram definidos como custo de preparação do estádio; e R$ 414 mil, como custo operacional do estádio. Como foi o primeiro jogo no ano, a diretoria do Flamengo acredita que pode reduzir os custos nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro.

IMPULSO NO SÓCIO-TORCEDOR

Para efeito de comparação, na partida contra o Santos em agosto do ano passado, no mesmo estádio, com 51.749 pagantes, teve total de despesas de R$ 1,248 milhão. Na época, o aluguel pago à concessionária era de R$ 441 mil, com o custo de operação de R$ 311 mil. No mesmo jogo, a receita do Flamengo foi de R$ 1,160 milhão.

Há de se considerar também um fator que tornou a partida especial, o longo período que o time ficou sem jogar no Rio, além da boa campanha no Brasileiro. Desde dezembro sem atuar no Maracanã, a partida teve grande apelo junto aos torcedores, venda rápida de ingressos e a segunda maior renda do clube no estádio. O recorde aconteceu na decisão da Copa do Brasil de 2013, contra o Atlético-PR, quando a arrecadação foi de R$ 9,733 milhões.

O jogo serviu também para aquecer o programa de sócio-torcedor, que chegou a 72.522 integrantes. Destes, 16.066 se associaram em outubro — muitos para poderem comprar a entrada do jogo de domingo. Foi o segundo maior mês de crescimento do programa rubro-negro, perdendo, justamente, para novembro de 2013, mês da final da Copa do Brasil, quando mais de 19 mil torcedores aderiram ao plano.

A partida foi também um teste para a venda de ingressos. De quarta-feira para quinta-feira da semana passada, torcedores dormiram na fila do Maracanã e da Gávea. Foram relatadas confusões e até brigas nos locais. A análise no clube é que, não fossem as quedas do sistema de ingressos online, todas as entradas teriam sido vendidas pela internet.

Os jogadores rubro-negros voltam a treinar hoje, após um dia de folga. Insatisfeito com as mudanças que fez no time, Zé Ricardo terá quatro atividades até a viagem para Belo Horizonte na sexta-feira. No sábado, o Flamengo enfrentará o Atlético-MG, no Independência.

Fonte: http://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-comemora-resultado-financeiro-no-maracana-20350277

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.