Como se não bastasse, ​o camisa 9 ainda foi cobrado efusivamente por um torcedor na volta ao Rio de Janeiro, quase chegando às vias de fato em pleno aeroporto. Momento difícil para o atleta e para o time, que agora perde uma das suas principais referências. O tempo de recuperação, porém, não foi divulgado pelo clube.

Por outro lado, nem tudo é lamento no plantel rubro-negro. Liberados pelo departamento médico após fase de transição, Geuvânio e Rhodolfo, recuperados de suas respectivas contusões, treinaram normalmente com o grupo e estão liberados para voltar ao time. Ainda não são presenças certas diante do Vitória no próximo domingo, mas existem chances de que isso aconteça.