| Futebol

Flamengo contraria o ditado de time que está ganhando não se mexe

Última vez que o Fla repetiu uma escalação foi na 13ª rodada, contra o Corinthians. Mesmo vencendo, técnico Zé Ricardo faz mudanças na equipe e nem sempre é por necessidade.

flameng - Flamengo contraria o ditado de time que está ganhando não se mexe

A velha máxima do futebol de que time que está ganhando não se mexe é algo que não se aplica ao Flamengo de Zé Ricardo. A última vez que o treinador repetiu uma escalação foi na 13ª rodada, contra o Corinthians, no dia 3 de julho. E pelo visto, a tática do treinador vem dando certo, já que o
time está bem no Brasileirão, ocupando a quarta posição, a dois pontos da liderança do campeonato.

O que chama a atenção é que nem sempre as alterações na equipe de uma partida para a outra são por conta de necessidade, como suspensão por cartões, lesões ou mesmo poupar atletas. Algumas são feitas por opção mesmo de Zé Ricardo.

Mesmo com o time vencendo, o treinador muda jogadores por questões
técnicas ou táticas, quando resolve mudar o esquema do time, como por
exemplo jogar com dois meias.

Zé Ricardo assumiu o comando do time do Flamengo contra a Ponte Preta, na quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 29 de maio.  Desde então, o treinador do Flamengo usou 12 escalações diferentes.

O comandante rubro-negro repetiu o time em dois momentos na
competição nacional. Nas rodadas 8, 9 e 10, contra Cruzeiro, São Paulo e
Santa Cruz. Na ocasião, o Fla venceu a Raposa e o time pernambucano por
1 a 0 e ficou no empate em 2 a 2 com o Tricolor Paulista. Nesses jogos, a
equipe do Flamengo foi Muralha, Rodinei, Réver, Rafael Vaz, Jorge; M. Araújo, Willian Arão, Alan Patrick, Everton, Marcelo Cirino e Vizeu.

Nas rodadas 11, 12 e 13, contra Fluminense, Internacional e Corinthians, Zé Ricardo também não optou em mexer no time. Já nesta sequência, o Fla não teve resultados tão bons. Acabou perdendo por 2 a 1 para o Tricolor, venceu o Colorado por 1 a 0 e foi goleado pelo Timão por 4 a 0, jogando na Arena Corinthians. Nessas partidas, os 11 que começaram jogando foram Alex
Muralha, Rodinei, Réver, Rafael Vaz, Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick, Ederson; Marcelo Cirino e Paolo Guerrero.

Isso mostra que o treinador confia no grupo e tem boas opções. Em um campeonato longo, isso é importante para ter boa campanha. 

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/contraria-ditado-time-que-esta-ganhando-nao-mexe.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.