Cuca não é um nome de consenso na Gávea, mas tem o respaldo do presidente Eduardo Bandeira de Mello e do CEO Fred Luz. Caso o treinador aceite o convite do clube, essa será a terceira passagem do técnico pelo Flamengo. Cuca está desempregado desde a saída do Palmeiras, em outubro do ano passado.

Enquanto busca Cuca, o Flamengo também analisa a possibilidade de efetivar o auxiliar Maurício Barbieri. A alternativa não é considerada a ideal, especialmente por conta da participação na Copa Libertadores, mas não está descartada.

"Ele é novo, moderno, qualificado para o cargo. Estudou para isso, está em constante evolução. Gosto de quem se envolve em todos os departamentos, e ele se encaixa nesse perfil", elogiou o novo diretor de futebol do Fla, ​Carlos Noval, durante sua apresentação na última segunda-feira.

​​

​​