| Futebol

Flamengo derrota o Junior de virada na semifinal da Sul-Americana

Vizeu marcou um golaço para garantir a vitória no Maracanã

flameng - Flamengo derrota o Junior de virada na semifinal da Sul-Americana

Foram 54 segundos entre Alex Muralha substituir Diego Alves e o Junior Barranquilla, da Colômbia, abrir o placar no Maracanã. Tudo parecia dar errado para o Flamengo nesta quinta-feira, mas só até os 30 minutos do segundo tempo. Com gols de Juan e Felipe Vizeu, o rubro-negro conseguiu a virada. Com o 2 a 1, o time de Reinaldo Rueda pode até empatar na próxima quinta-feira, em Barranquilla, para conquistar uma vaga na final da Sul-Americana. Na outra semifinal, o Independiente-ARG receberá o Libertad-PAR na terça-feira após ter perdido por 1 a 0 no jogo da ida.

— É uma vantagem (para o Flamengo). Temos condições de fazer gol la e complicar mais a vida deles — disse Juan.

Nos primeiros minutos de jogo, a impressão era de que o rubro-negro conseguiria se impôr no gramado. O começo foi de pressão, com boa participação de Mancuello. Aos 11, ele recebeu de Trauco e chutou forte em direção ao gol. A bola bateu na rede pelo lado de fora e fez muitos torcedores gritarem gol no estádio.

Acuado, o Junior Barranquilla parecia frágil na defesa, como em um escanteio na área em que Juan foi deixado completamente livre, mas concluiu para fora. Na primeira chance dos colombianos no ataque, uma jogada mudou o rumo da partida. Aos 16, a defesa falhou e Yony González apareceu na cara de Diego Alves e tentou marcar por cobertura, mas Réver cortou o lance. Depois do chute, o atacante se chocou com o goleiro, que levou a pior. Com uma suspeita de fratura na clavícula, ele teve que ser substituído e levado imediatamente a um hospital.

Por um minuto, fez-se grande silêncio no Maracanã com a iminente entrada de Alex Muralha. Ele ainda foi recebido por alguns gritos de seu nome, mas era evidente que a confiança na defesa foi abalada. Aos 20, González recebeu livre pela esquerda da área do Flamengo, marcado à distância por Pará, e cruzou na pequena área. Muralha não conseguiu interceptar a bola, que foi escorada por Téo Gutiérrez para o gol vazio.

Após o gol, o Flamengo tentou se reerguer e chegou a ter alguns bons momentos, como mais um chute de Mancuello. A melhor delas foi aos 24m quando Éverton Ribeiro cruzou e Felipe Vizeu que passou rente à trave esquerda do goleiro Sebastián Viera. Do outro lado, o Junior Barranquilla parecia seguro. No ataque, Téo Gutiérrez tentava prender a bola. Aos 34, em um contra-ataque, Chará invadiu a área e chutou para defesa parcial de Muralha, que mandou para escanteio.

Na volta do intervalo, o Flamengo quase marcou logo na saída. No primeiro minuto, Pará cruzou e Diego cabeceou com muito perigo. Aos 8, Rueda fez a mudança que se esperava no intervalo. Saiu Mancuello para a entrada de Vinícius Júnior. Depois foi a vez de Lucas Paquetá entrar no lugar de Éverton Ribeiro.

O empate quase saiu aos 22 quando Réver subiu para cabecear bem. A bola foi no lado esquerdo do goleiro Viera, que saltou de forma plástica e defendeu. Atento no rebote, o zagueiro cortou. Quando a pressão crescia no Maracanã, Juan aproveitou um escanteio, se jogou em direção à pequena área e marcou o gol de empate.

Com o 1 a 1, a torcida passou a empurrar o time. E o segundo gol não demorou a chegar. Aos 36, Trauco levantou a bola na área e Willian Arão cabeceou para trás. Antes mesmo de a bola quicar no chão, Felipe Vizeu acertou um chute fortíssimo e balançou as redes. Na comemoração, ele foi abraçar o zagueiro Rhodolfo, com quem se desentendeu durante o jogo contra o Corinthians, no domingo. A sorte mudou de lado no fim.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-derrota-junior-de-virada-na-semifinal-da-sul-americana-22107597

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.